“Liberdade é o melhor cuidado” é tema da Luta Antimanicomial em Santa Bárbara d’Oeste

Com o tema “Liberdade é o melhor cuidado”, a Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste realizará nesta quinta-feira (18) a 3ª Caminhada em Referência à Luta Antimanicomial nas ruas da cidade. Assistência em Saúde Mental, tratamento humanizado e convívio adequado serão algumas das bandeiras levantadas durante as atividades em alusão ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, lembrado nesta quarta (18). Como parte da programação, haverá também apresentação musical com o Coral do CAPS II e Cine Debate com profissionais da Saúde. As atividades são gratuitas e abertas ao público.

 

Segundo a secretária de Saúde, Lucimeire Cristina Coelho Rocha, o objetivo da ação é abrir um espaço de diálogo público acerca da Reforma Psiquiátrica e mostrar os avanços no Município. “Nos últimos quatro anos muita coisa mudou na Saúde Mental em Santa Bárbara por conta dos esforços dos nossos profissionais e demandas atendidas pelo prefeito Denis Andia. Tivemos expressiva redução de internações psiquiátricas, a implantação do CAPS II, Núcleo Infantojuvenil e Núcleo Álcool e Drogas e descentralização do atendimento psicológico e psiquiátrico nas unidades de saúde. Contamos agora com atendimento extremamente humanizado aos pacientes e seus familiares”, enfatizou.

 

Com saída pelo CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) II e Saúde Mental (Rua Floriano Peixoto, 5, Vila Balan, próximo ao Centro Social Urbano), os pacientes, familiares e a população caminharão até a Secretaria de Educação (Rua Graça Martins, 680, Centro), onde haverá apresentação do Coral do CAPS II. Em seguida, profissionais da Saúde realizarão o Cine Debate “O antes e o depois da Loucura” – documentário realizado no CAPS Bela Vista de Piracicaba.

 

Dia Nacional da Luta Antimanicomial

 

O evento em Referência ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial é uma manifestação contra a violência, maus tratos, aprisionamento, abandono, negligência e discriminação. Está em consonância à Reforma Psiquiátrica, que tem como princípios: Liberdade, Autonomia, Dignidade e Direitos Humanos, Convívio Social e Familiar, em um novo olhar para tratamento do sofrimento, que é a Atenção Psicossocial.

 

Comentários

Notícias relacionadas