Kuvasz

A kuvasz] é uma raça de cão pastor usada durante anos como guarda de rebanhos de ovelhas. Acredita-se que ele se escondia entre as ovelhas e, por ter o pelo muito parecido com o delas, enganava predadores, o que permitia o ataque surpresa. Este canino é descendente de raças originárias do Tibet e seu nome deriva do turco kawasz, que significa “guarda armada dos nobres”. Os cães desta raça são descritos como fortes, grandes e detentores uma pelagem dupla de ondulada a lisa e branca. Sua aparência é ainda classificada como agradável aos olhos, que irradia nobreza e força. Foi usado durante séculos como guarda de rebanhos, protegendo-os de lobos e ursos, e como companhia.

Chamado de guarda excepcional, adquiriu este adjetivo devido a sua iniciativa, já que é capaz de agir sem receber instruções. Suas estruturas óssea e muscular são fortes e delgadas e suas articulações revelam contornos bem delineados. Sua personalidade é dita devotada, leal, determinada e de temperamento bastante equilibrado. Apesar de alerta, é um animal que tem por preferência não latir. Entre suas principais características psicológicas está o fato de, para ser um cão de guarda, não precisar de adestramento. Já entre as físicas, está a sua pelagem, que é descrita como auto-limpante. De porte grande, pode atingir os 75 cm e pesar 62 kg.

Conforme o livro 9 da série Operação Cavalo de Troia, Caná, do autor J. J. Benítez, essa ração de cão era a raça dos dois cães que, na história, pertenceram a Jesus de Nazareth.

Comentários

Notícias relacionadas