24Horas Tecnologia 

Inovação: Tubarões ‘enviam tuítes’ para alertar banhistas na Austrália

Na Austrália, 338 tubarões já têm um transmissor que alerta banhistas via Twitter (ThinkStock)

 

Cientistas do país desenvolvem transmissores que, conectados aos peixes, permitem avisar pelo Twitter quando os animais estão próximos à costa

Cientistas australianos e profissionais ambientais da Surf Life Saving Western Australia(SLSSWA, sigla em inglês do Serviço de Salva-Vidas da Austrália) desenvolveram uma medida tecnológica para proteger banhistas e surfistas da Austrália dos temidos tubarões da região. Cerca de 330 animais receberam transmissores que avisam, por meio de um perfil no Twitter, quando os peixes estão a um quilômetro da costa.

Depois de algumas semanas em fase de testes, a inciativa começou a funcionar para valer em 2014: oito alertas foram enviados aos mais de 22.000 seguidores do perfil nesta sexta-feira. Ao todo, houve dois salvamentos e 25 auxílios aos banhistas. O sinal emitido pelos tubarões é transformado em mensagens de até 140 caracteres que descrevem o tipo de animal, localização, horário – e a distância da costa, evitando assim que banhistas corram risco de vida.

A Austrália é um dos países com maior incidência de mortes relativas a tubarões. Em novembro, um surfista morreu depois de um ataque de tubarão branco em uma das praias do sudoeste do país, o que estimulou a criação de uma petição da associação de surfistas da região pedindo ao governo australiano que todos os tubarões com mais de três metros de comprimento fossem sacrificados.

 

VEJA

Comentários

Leia também...