Indaiatuba: Após denuncia dois motoristas são multados com som automotivo alto no final de semana

Um 3º veículo foi flagrado pela Guarda Civil: até o momento foram aplicadas 73 multas

 

Mais três veículos foram recolhidos no final de semana por estarem com som em condições de perturbação do sossego público. O primeiro caso ocorreu na noite de sexta-feira (12), quando uma viatura da Guarda Civil foi acionada pelo Coade (Centro de Operações, Atendimento e Despacho), após reclamação no telefone 153, para a constatação do fato na rua Raul David do Valle, no Jardim Morada do Sol. Chegando ao local, a equipe encontrou a Saveiro vermelha com o volume do som extremamente alto, conforme narrou o Guarda que atendeu a ocorrência.

A segunda situação foi registrada quase que simultaneamente, mas na região Central. Na rua 11 de junho uma guarnição da Guarda Civil deparou com um Astra preto com o volume alto. O terceiro caso, também foi constatado após denúncia chegada ao telefone 153, na tarde de domingo (14). Uma viatura foi enviada para a rua Renato Riggio, no Jardim Morada do Sol e comprovou a reclamação recebida pela corporação. No local havia um Corolla bege.

Todos os veículos foram recolhidos por descumprimento a Lei Municipal 6.297 de 15 de abril de 2014, que regulamenta regras de postura para perturbação do sossego público provocado por som alto em veículo, em Indaiatuba.

Até o momento foram 73 veículos flagrados pela Guarda Civil com o som que estava incomodando o direito do próximo. A Lei foi sancionada em abril deste ano, mas passou a ser aplicada após 30 dias da publicação devido a uma campanha de conscientização feita pela Prefeitura.

O valor da multa para essa infração de Taxas e Posturas foi estipulado em 75 Unidades Fiscais do Estado de São Paulo (Ufesp), que em 2014 corresponde a R$ 1.510,50. “Lembrando que a partir de janeiro esse valor é alterado devido ao reajuste da Ufesp feito pelo Governo Estadual, portanto o valor em Real da multa passará a ser maior”, lembra o diretor de Fiscalização de Taxas e Posturas, José Carlos de Melo. “Fica o alerta que no final do ano as fiscalizações referentes a esse serão intensificadas e as pessoas podem solicitar pelo telefone 153 e se for constatado pela guarnição da Guarda Civil o abuso no volume do som serão tomadas as medidas cabíveis”, alerta.

 

Foto: Divulgação

Comentários

Notícias relacionadas