Greiner Bio-One anuncia investimento de R$ 42 milhões em Americana (SP)


Plano de aplicação de capital será realizado em duas fases; a primeira já se inicia em agosto

O CEO Global Rainer Perneker estará na cerimônia que marcará o início da expansão do site

A Greiner Bio-One, empresa tecnológica de origem austríaca, que atua na área da saúde nos segmentos de biociência, diagnósticos e é co-líder mundial da divisão pré-analítica, iniciará em agosto a expansão do site de Americana. A planta, no interior de São Paulo, é a única na América Latina.

 

O investimento de R$ 42 milhões em ampliação fabril e maquinaria acontecerá em duas fases. A primeira começa neste segundo semestre com a construção das novas instalações  que estarão finalizadas até o final de 2016. O início das suas atividades estão previstas para Janeiro de 2017.

Com essa expansão, a empresa irá dobrar sua capacidade de produção atual e seu potencial de crescimento chegará a cerca de 800 milhões de tubos de coleta de sangue à vácuo fabricados por ano. A intenção da Greiner Bio-One é se tornar líder no mercado brasileiro.

 

O CEO da Greiner Bio-One, Rainer Perneker, estará presente no dia 11 de agosto na cerimônia da pedra fundamental, em Americana, que simboliza o início das obras de expansão, apresentando a estratégia de negócios da empresa, que faz parte de um plano do grupo, denominado “Vision 2020“.  Criado em 2012,  a partir de uma diretriz clara de desenvolvimento sustentado, define a abrangência, decisão, construção, execução e acompanhamento dos projetos da empresa dentro de um prazo de oito anos.

 

Além da obra, a empresa investirá  no aumento da produção, conforme a demanda, com eficiência, ganho de produtividade, tecnologia e mão de obra adequadas. “Nossa visão não se limita a indicadores. Este investimento é forte, substancial e prova um comprometimento com o País. Desde 2003, quando a Greiner Bio-One iniciou  as atividades no Brasil, acreditamos no crescimento deste mercado”, afirma Perneker.

 

Seguindo os  objetivos claros e definidos da “Vision 2020“, o Gerente Geral da Greiner Bio-One do Brasil, Haroldo Fontes Graci, afirma que o investimento estimulará o desenvolvimento do parque industrial nacional. “Ao investirmos no Brasil,  desenvolvermos fornecedores locais, o que beneficiará as novas indústrias do segmento que queiram investir no país”, esclarece.

 

Potencial

O projeto recebe apoio da Investe São Paulo, Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação. O presidente da Investe São Paulo, Juan Quirós, afirmou que o mercado de insumos/equipamentos na área de saúde tem enorme potencial de crescimento no Brasil, já que hoje este segmento é abastecido por produtos importados.

 

“O Estado de São Paulo é o destino mais lógico para esse tipo de investimento. É aqui que se encontram as universidades que formam os melhores profissionais do País. Além disso, a infraestrutura logística e a complexa cadeia de fornecedores da área faz com que um número cada vez maior de empresas, que atuam com saúde, se instalem aqui“, disse. Quirós lembrou ainda que o segmento é considerado prioritário na Investe São Paulo.

 

Greiner Bio-One

A Greiner Bio-One é uma empresa tecnológica na área da saúde que atua nos segmentos: pré-analítico, biociência e diagnósticos. Referência em inovação, desde o desenvolvimento até a fabricação, seu portfolio de produtos atende todas as normas de segurança nacionais e internacionais, com o mais rigoroso padrão de qualidade.

 

Além do Brasil, os sites de produção na Áustria, Alemanha, Estados Unidos, Hungria e Tailândia  constituem a Greiner Bio-One International AG, que somados geram um volume de negócios de 388 milhões de euros. O grupo possui mais de 1.800 colaboradores operando globalmente em 24 filiais e inúmeros distribuidores em mais de 100 países.

 

A matriz austríaca Greiner Bio-One GmbH é parceira tecnológica de universidades, institutos de pesquisa e das indústrias de diagnóstico, farmacêuticas e de biotecnologia.

Comentários

Notícias relacionadas