Flamengo perde para a Chapecoense e volta para a lanterna do Brasileirão

Alan Pedro/Getty Images

Nenen marca o gol da vitória do Chapecoense sobre o Flamengo

Time de Chapecó fez 1 a 0 ainda no primeiro tempo e segurou resultado até o fim e se afastou da zona de rebaixamento

O Flamengo voltou a decepcionar no Campeonato Brasileiro. Em partida disputada na tarde deste domingo, na Arena Condá, em Chapecó, a equipe rubro-negra foi derrotada pelaChapecoense por 1a 0, gol marcado por Neném, no primeiro tempo. O resultado fez o Flamengo voltar para a última posição na tabela de classificação, com apenas dez pontos ganhos. A Chapecoense é o 13º com 14 pontos ganhos.

Foi a primeira derrota sofrida pelo técnico Vanderlei Luxemburgo no seu retorno ao clube da Gávea. O time não mostrou qualquer inspiração e nem teve poder de reação, depois de sofrer o gol no início da partida.

Na próxima rodada, a Chapecoense receberá a Figueirense, em Chapecó. O Flamengo vai enfrentar o Sport, no Maracanã.

O jogo – Apoiado pela torcida, a Chapecoense partiu para o ataque desde o apito inicial. Logo aos quatro minutos, Fabinho arrancou pela direita e cruzou fechado,mas nenhum atacante alcançou a bola.Aos cinco minutos, Fabinho novamente foi acionado e bateu para o gol. O goleiro Paulo Victor quase se atrapalhou ao tentar a defesa e a bola acabou saindo para escanteio.

Aos sete minutos, a agressividade da Chapecoense foi premiada com o primeiro gol.Neném bateu falta, a defesa do Flamengo hesitou e o zagueiro Rafael Lima apareceu por trás da zaga para tocar na bola e colocá-la nas redes da equipe carioca,mas o árbitro indicou Neném como o autor do gol.

Só depois de sofrer o gol é que o time dirigido por Vanderlei Luxemburgo tentou se organizar de forma ofensiva para buscar o gol do empate, mas a equipe catarinense voltou a aparecer bem, aos 11 minutos, em chute de Bruno Rangel que passou longe do alvo. O Flamengo ficava mais tempo com a bola, mas a equipe da casa mostrava mais objetividade, saindo para o ataque em lançamentos rápidos.Aos 21 minutos, a equipe carioca criou a primeira jogada de perigo. A bola acabou sobrando para Lucas Mugni, dentro da área, mas o chute do meia argentino acabou desviando no zagueiro Rafael Lima e saiu para escanteio.

Os dois times concentravam muitos jogadores no meio-campo, o que reduzia as ações ofensivas. Só aos 31 minutos é que a torcida voltou a vibrar em chute de Dedé que Paulo Victor defendeu com segurança.

No Flamengo, Alecsandro continuava muito isolado e sem participar do jogo. Sem condições de entrar na área, o time carioca apelava para os chutes de longa distância como aconteceu com Everton, aos 42 minutos, que chutou forte para boa defesa de Danilo.

No último lance importante do primeiro tempo, Neuton arriscou de longe e quase surpreendeu Paulo Victor, mas a bola saiu.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com o volante Márcio Araújo no lugar de João Paulo. Everton passou a ocupar a lateral esquerda, mas o time carioca continuava com dificuldades para penetrar na defesa catarinense.

A Chapecoense se fechava na defesa e tentava surpreender a defesa rubro-negro com lançamentos para Bruno Rangel e Fabinho Alves.

Aos 12 minutos, após cobrança de escanteio, Wanderson tocou de cabeça e obrigou Paulo Victor a fazer grande defesa para evitar o segundo gol. Três minutos depois, Dedé arriscou de longe, Paulo Victor defendeu parcialmente, mas se recuperou e impediu que Bruno Rangel apanhasse o rebote.

Aos 18 minutos, Alecsandro usou as mãos para ganhar a jogada de Jailton e o árbitro nada marcou. O atacante rubro-negro invadiu a área e tentou encobrir Danilo, mas o goleiro da Chapecoense conseguiu evitar o gol.

Irritado com o desempenho da equipe, o técnico Vanderlei decidiu mexer outra vez na equipe, promovendo a estreia de Eduardo da Silva. Negueba também entrou para reforçar o ataque. Aos 22 minutos, o Flamengo teve uma ótima chance para empatar. Após cruzamento na área, o goleiro Danilo saiu mal, mas Alecsandro cabeceou sem direção.

O Flamengo aumentou a pressão em busca do gol de empatec, enquanto a equipe de Santa Catarina se preocupava apenas em segurar o resultado, e pouco aparecia na área rubro-negra. A Chapecoense só voltou a incomodar aos 35 minutos quando Everton cometeu falta na entrada da área. Neném bateu colocado e a bola passou perto do ângulo direito, assustando Paulo Victor.

Nos minutos finais, o Flamengo tentou pressionar de forma desorganizada e a Chapecoense soube segurar o resultado.

FICHA TÉCNICA 
CHAPECOENSE 1 X 0 FLAMENGO

Local: Arena Índio Condá, em Chapecó (SC)
Data: 3 de agosto de 2014 (Domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo (SP) e Márcio Luiz Augusto (SP)

Cartão Amarelo: Jailton, Abuda, Leandro, Neuton (Chapecoense); Muralha (Flamengo)

Gols: CHAPECOENSE: Neném, aos sete minutos do primeiro tempo

CHAPECOENSE: Danilo, Fabiano, Rafael Lima, Jailton e Neuton; Wanderson, Dedé, Abuda e Neném (Camilo); Fabinho Alves (Rychely) e Bruno Rangel (Leandro)
Técnico: Celso Rodrigues

FLAMENGO: Paulo Victor, Luiz Antonio, Wallace, Marcelo e João Paulo (Márcio Araújo); Muralha, Héctor Canteros (Negueba), Lucas Mugni, Everton e Gabriel (Eduardo da Silva); Alecsandro
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

IG

Comentários

Notícias relacionadas