SB24Horas

Notícia na hora certa!

Finanças em dia: com planejamento e controle é possível fugir das dívidas e conseguir entrar no azul

Especialista do Centro Universitário UniMetrocamp Wyden revela erros mais comuns que abalam o orçamento familiar e
indica medidas para não perder os gastos e objetivos de vista

 

Pesquisa da Confederação Nacional do Comércio, Bens, Serviços e Turismo (CNC) apontou que cerca de 12 milhões de famílias brasileiras estão atualmente endividadas, o maior patamar histórico dos últimos 11 anos. De acordo com o estudo, o cartão de crédito representa 85% das dívidas. Não há dúvidas de que a pandemia e a crise econômica trouxeram uma série de dificuldades, com perda de renda e postos de trabalho. Mas algumas práticas no nosso dia a dia acabam apertando e estourando o orçamento além do razoável, agravando a situação. A boa notícia é que dá para aproveitar as energias renovadas do começo do ano, mudar alguns hábitos e sair das estatísticas para entrar no azul.

 

“A primeira dica é se organizar, saber exatamente quanto ganha, quais são as despesas e quanto pode gastar em cada uma delas”, destaca o professor Wagner Villalva, especialista financeiro do Curso de Pós-Graduação do Centro Universitário UniMetrocamp Wyden. “Muita gente não tem o costume de fazer um planejamento financeiro ou mesmo de controlar os gastos regularmente para ter um futuro mais estável”, diz. “Logo no começo do ano, há uma série de compromissos fixos a serem quitados, como impostos e matrículas escolares, além dos gastos realizados durante as festas e as férias”, aponta. “Se a pessoa já não reserva mensalmente um valor prevendo essas despesas, já terá turbulências financeiras logo de saída”.

 

De acordo com o especialista do UniMetrocamp Wyden, não é surpresa que o cartão de crédito seja o principal passaporte para as dívidas, já que o uso programado e correto raramente é obedecido. “Há quem considere o valor disponível para compras como uma reserva a gastar, e realize, por exemplo, viagens curtas em feriados prolongados contando apenas com esse saldo”, indica Villalva. “O resultado são muitas contas para pagar na volta e que não necessariamente foram provisionadas”, afirma. “Precisamos tomar cuidado, pois o grande problema do brasileiro é não mensurar as pequenas despesas e, fazendo uma analogia, são as pequenas perfurações que afundam grandes embarcações”.

 

Villava alerta ainda que o orçamento não é um documento estático, feito apenas no começo do ano e esquecido logo no mês seguinte. “É preciso analisar as receitas e despesas regularmente, dentro do possível sempre pagar as contas em dia para evitar juros e poupar uma parcela dos ganhos todo mês, o que permite fazer planos maiores a longo prazo e ter uma reserva de emergência”, recomenda Wagner Villalva. “Outra providência que será mais benéfica se adotada desde cedo, é fazer um plano de previdência privada, garantindo assim um conforto financeiro maior na terceira idade”, conclui.

 

 

Sobre o Centro Universitário UniMetrocamp Wyden

A Wyden, rede nacional com dez instituições de ensino superior e com presença nas Regiões Norte, Nordeste e Sudeste do País. Com mais de 50 mil alunos, a rede oferece cursos de graduação e pós-graduação nas modalidades presencial, semipresencial e a distância, incluindo áreas de gestão e negócios, engenharias e ciências da informação, ciências, saúde, mídia e tecnologia. Qualidade de ensino e boa infraestrutura são dois pilares importantes para todas as instituições da marca. A Wyden acompanha também as melhores práticas da academia e do mercado para sustentar sua posição de referência de ensino nas regiões onde atua.

 

O Centro Universitário UniMetrocamp Wyden é referência em educação com qualidade e inovação desde 2002, oferecendo aos alunos educação de padrão internacional, por meio de um corpo docente especializado, infraestrutura de nível mundial – com 29 laboratórios para os cursos específicos, de última geração, 15 laboratórios de informática, 05 clínicas de saúde, bibliotecas com acervo atualizado e salas de aula modernas – além de programas de suporte ao aluno (Care) e programas internacionais, como curso de inglês, intercâmbio e palestras com professores estrangeiros. Com 18 anos de experiência em Campinas/SP, a instituição investe constantemente para formar cidadãos profissionais com experiência de aprendizado internacional, capazes de suprir as demandas do mercado de trabalho, bem como atingir seus objetivos educacionais e de carreira.