Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Brasil / Mundo

Euro alto prejudica investimentos de brasileiros em Portugal

Com o valor do Euro bastante elevado, fica mais difícil para o brasileiro abrir a carteira e investir do outro lado do Atlântico. Para quem ainda está disposto a tal desafio, o especialista Joaquim Moreira mostra que uma das opções mais rentáveis é na mudança de vida das pessoas, principalmente nas construções mais afastadas das grandes cidades.

 

Não é segredo para ninguém que Portugal se tornou uma rota de investimento para brasileiros. Passados pouco mais de 500 anos do descobrimento, a tendência que se observou nos últimos anos é a de fazer o sentimento contrário da rota tão tradicionalmente explorada. Ao enfrentar dificuldades financeiras no Brasil, uma das opções para vencer estes desafios foi investir em terras lusitanas.

 

Mas, com a alta do Dólar e do Euro, essa tarefa se tornou mais complicada nos últimos meses. Segundo o contador português Joaquim Moreira, “os clientes brasileiros comentam que querem esperar para ver como vai ficar a situação do Euro frente ao Real. Poucos anos atrás era 3,5 para 1. Hoje já passa 6 para 1, quase o dobro, o que certamente afetará essa procura de brasileiros para investir por aqui”.

 

Com relação aos efeitos da pandemia, Moreira lembra que mesmo diante do isolamento social e distanciamento físico, tal questão não é razão para esta diminuição de investidores. “Muito pelo contrário, este momento que o mundo está passando tem mudado o hábito das pessoas. Quem tem a oportunidade está procurando uma vida nova, e acaba adquirindo construções afastadas das grandes cidades”, detalha.

 

Portugal se tornou uma grande atração para muitos brasileiros, seja como destino para trabalho, empreendimento, estudos, ou incluindo uma maneira de aproveitar a aposentadoria. Joaquim Moreira lembra que os dois países possuem uma ótima relação. “Por isso, acordos entre as duas nações facilitam o ingresso de brasileiros que desejam morar, trabalhar, abrir empresas ou até mesmo viver a aposentadoria no país.

 

É importante destacar que, assim como a maior parte dos países do mundo, a economia deve sofrer mudanças em razão da Covid-19, entretanto, a tendência é que uma possível retração seja recuperada rapidamente em função da estrutura sólida do país”.

 

Portugal foi apontado pela Global Peace Index 2020 o terceiro país mais seguro do mundo em termos de investimentos. “O mercado imobiliário, por exemplo, está crescendo gradualmente e de forma constante nos últimos anos, principalmente em razão do aumento populacional, relacionado à imigração e aos incentivos fiscais do governo. Além disso, o Brasil lidera o ranking de imigração para Portugal. Isso significa que os imigrantes brasileiros representam a maior parte dos que vivem no país. E agora eles têm descoberto os lugarejos afastados dos grandes centros, o que está se tornando uma tendência para quem deseja vir para cá”, acrescenta o contador.

 

A localização geográfica é outro aspecto relevante para quem deseja investir. “Portugal está posicionado de forma estratégica, pois é o país europeu mais próximo de grandes economias como os Estados Unidos, isso estimula as atividades comerciais e industriais com outros países, em razão das rotas marítimas e aéreas”, completa.

Mas, com o Euro tão elevado, o momento agora pede uma boa dose de cautela, reforça o especialista. “Não creio que nos próximos meses o Real consiga estabilizar e se aproximar do Euro/Dólar”, lamenta Moreira.

 

Além disso, para os viajantes, uma recomendação: “Se você vai viajar, é sempre importante estar ligado às notícias. O preço do dólar turismo deve ficar ainda maior”, pondera o especialista. Por isso, uma dica valiosa: “Tenha calma, saiba bem onde investir. Procure uma boa orientação e mantenha a torcida de que em breve a situação pode melhorar para todos”, finaliza.

 

 

 

Divulgação / MF Press Global