Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Estação Cultural da Fundação Romi está com inscrições para oficina on-line de Kokedama

Jardinagem, plantas em casa, hortas verticais estão em alta, e a Estação Cultural da Fundação Romi realizará , dia 02 de outubro, sábado, das 14 às 17 horas, a oficina cultural on-line Kokedama, com a oficineira Maria Lia. A proposta, que faz parte do projeto ESTAÇÃO CRIATIVA, selecionada no EDITAL PROAC EXPRESSO Lei Aldir Blanc Nº 60/2020 – EIXO DE PREMIAÇÃO, MOSTRAS, FESTIVAIS NO ESTADO DE SÃO PAULO, pela cota INTERIOR, apresentado pelo Ministério do Turismo, Secretaria especial da Cultura e Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, será transmitida pelo Youtube da Fundação Romi e fanpage da Estação Cultural da Fundação Romi no Facebook. A atividade é gratuita, e os interessados em participar devem realizar inscrição on-line através do link https://bit.ly/kokedamaec,   até 24 de setembro, e terem a partir de 16 anos. São 30 vagas disponíveis.

Kokedama é uma palavra japonesa que significa bola de musgo. Atualmente esses arranjos tem sido cada vez mais procurados, por sua beleza, facilidade de produção e design diferenciado, pois não utilizam vasos para sua montagem, podendo ficar suspensos ou sobre moveis de forma bastante criativa. “Durante a oficina, será apresentada a técnica, e farei uma explicação do porquê de cada material”, explica a oficineira responsável pela proposta Maria Lia. “Após isso seguiremos para a parte pratica onde todos poderão produzir ao menos uma kokedama”, finaliza.

A kokedama pode ser aplicada e utilizada nos mais diversos ambientes, sendo eles internos ou externos. Qualquer ambiente é lugar para decorar com esse belo elemento decorativo. A criação de uma kokedama é fácil e econômica, uma vez que sua estrutura é formada por poucos materiais e seu passo a passo é bem simples. “A oficina on-line busca atender as pessoas que gostam de jardinagem a aprenderem a técnica japonesa. Com essa técnica os participantes poderão aplica-la em suas plantas ou até mesmo transformar em uma opção de renda extra fazendo os arranjos”, complementa Maria Lia, responsável pela execução da oficina e engenheira agrônomo.

 

Durante o ano de 2021, a Estação Cultural da Fundação Romi abriu um amplo leque de opções de oficinas culturais, todas voltadas para o fomente da economia criativa e geração de renda. “Nosso papel, perante a sociedade de Santa Bárbara d’Oeste e região, é oportunizar atividades que possam somar na vida de cada um que faz parte do nosso público, seja através do desenvolvimento social e humano, ou como um espaço que abre as portas para que possa adquirir conhecimentos e aprendizado e consequentemente gerar renda”, fala o superintendente da Fundação Romi, mantenedora da Estação Cultural, Vainer Penatti.

 

Para elaborar um kokedama a dica fundamental é optar por plantas que não necessitem de muito sol, uma vez que o musgo de turfa se desenvolve melhor na sombra. Também, opte por espécies menores, já que a esfera não é muito larga. Os interessados em participar da oficina cultural on-line Kokedama, que acontecerá dia 02 de outubro, sábado, das 14 às 17 horas, devem realizar inscrição on-line através do link https://bit.ly/kokedamaec,   até 24 de setembro, e terem a partir de 16 anos. São 30 vagas disponíveis. O atendimento da Estação Cultural da Fundação Romi é de terça-feira  a sábado, das 08h às 17h e domingo das 08h às 12h. Mais informações também podem ser obtidas pelos telefones (19) 3455-4830 ou 3455-4833. A Estação Cultural da Fundação Romi fica à Av. Tiradentes, 02, Centro, Santa Bárbara d´Oeste.

 

 

 

Sobre a Estação Cultural

 

Inaugurada em 2007, a Estação Cultural ocupa a centenária estação ferroviária de Santa Bárbara d´Oeste, revitalizada e mantida pela Fundação Romi. Em sua trajetória aproximadamente 200 mil pessoas já foram beneficiadas, gratuitamente, por meio de oficinas livres, culturais e de formação, projetos de fomento à economia criativa, de elevação do status cultural e de ações socioeducativas. A Estação Cultural é um lugar de encontros plurais e multiculturais onde a comunidade pode aprimorar a sua percepção acerca da cultura local e regional, divulgar valores, trocar vivências, adquirir conhecimentos, experimentar emoções, elaborar pensamentos, tomar iniciativas e ajudar a constituir a identidade cultural da cidade e região. A Estação Cultural da Fundação Romi está localizada na Avenida Tiradentes, 02, no Centro de Santa Bárbara d´Oeste, SP. (19) 3455-4833 ou 3455-4830. www.estacaocultural.org.br.

 

Sobre a Fundação Romi

 

Seu legado iniciou em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi. Tendo como missão promover o desenvolvimento social e humano através da educação e cultura, a Fundação Romi é pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, beneficiando mais de 30 mil pessoas, por ano, através de seus dois grandes eixos: Educação e Cultura. Mantenedora do Núcleo de Educação Integrada, sua escola de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio, oportuniza a formação integral, autônoma e protagonista de crianças, adolescentes e jovens. Além disso, promove, por meio de seu Centro de Documentação Histórica, projetos de educação patrimonial para crianças do Ensino Fundamental I, para reconhecimento e conhecimento da história local como elemento de cultura e cidadania. Somado a isso, seu Centro de Documentação Histórica também realiza o Processamento Técnico da memória do município para guarda, preservação e disponibilização do acervo à população para consulta e pesquisa. Dentre as unidades da Fundação Romi também está a Estação Cultural de Santa Bárbara d´Oeste que, por meio de oficinas livres, culturais e de formação, projetos de fomento à economia criativa, de elevação do status cultural e de ações socioeducativas atende milhares de pessoas por ano. A Fundação Romi está localizada à Avenida João Ometto, 200, Jd. Panambi, em Santa Bárbara d´Oeste. (19) 3499-1555. www.fundacaoromi.org.br.