Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Enem é em novembro: veja como intensificar a preparação para as provas

Enem 2019 tem 5 milhões de estudantes inscritos; as provas acontecem no começo de novembro.

 

Em 2010, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deixou de ser uma mera prova de conhecimentos gerais e passou a ser a porta principal de entrada nas universidades federais brasileiras.

 

Já naquele ano o Enem passou a ser usado como uma espécie de vestibular unificado para os estudantes de todo o país que buscavam uma vaga nas universidades federais brasileiras. Recentemente, o formato da prova mudou e os jovens realizam os exames em dois domingos e não mais em um único fim de semana.

 

Este ano mais de 5 milhões de estudantes brasileiros farão as provas nos dias 3 e 10 de novembro. Já em outubro, os estudantes poderão ter acesso ao cartão de confirmação da inscrição e se informar sobre onde realizarão as provas.

 

Além de possibilitar o acesso às universidades federais, os resultados do Enem também permitem que a pessoa pleiteie um financiamento estudantil ou uma bolsa de estudos em universidades particulares. Por isso, é necessário se ajeitar na cadeira de estudos confortável e intensificar a rotina de aprendizado.

Como intensificar os estudos para o Enem

Quando chega a véspera de provas importantes como as de vestibular, os estudantes costumam experimentar um misto de ansiedade para colocar em prática o que treinaram com o medo de não terem estudado o bastante.

 

Embora esses sentimentos sejam normais, é importante que, durante os últimos meses de estudo antes da prova, os estudantes intensifiquem não apenas a resolução de exercícios, mas também a preparação psicológica para a maratona de vestibulares.

 

Resolver mais exercícios e provas antigas de vestibulares

Uma dica que muitos professores de cursinho e ex-vestibulandos dão é que, nos últimos meses de preparação para as provas de vestibular, os alunos intensifiquem a resolução de exercícios.

 

É claro que a pessoa não deve abandonar as horas de leitura dos conteúdos programáticos que podem ser cobrados nas provas, mas é importante que comece a fazer mais exercícios e, principalmente, que resolva provas antigas do Enem.

 

Com isso, o estudante começa a perceber a dinâmica da prova, em quanto tempo consegue resolver a maioria das questões, e também a analisar quais as matérias que precisa rever com mais atenção enquanto ainda há tempo.

 

Se o estudante estiver matriculado em um cursinho pré-vestibular, certamente terá a oportunidade de realizar simulados em suas escolas. Se estudar por conta própria, ele poderá encontrar em alguns sites as provas antigas do Enem e resolvê-las da mesma forma.

Participar das revisões e dos “aulões”

Quando chega o fim do ano, os alunos já estão mais cansados, pois ficaram o ano inteiro aprendendo e revisando os conteúdos do ensino médio. Mas é justamente nesse período do ano em que o cansaço é maior que as provas dos vestibulares são realizadas.

 

Por isso, é muito importante que os aspirantes à vida universitária deixem o cansaço de lado, abram mão de alguns finais de semana e façam um esforço para participar dos aulões e das revisões realizadas pelos cursinhos.

 

Se estudar por conta própria, poderá encontrar na internet esses aulões e revisões de anos anteriores. Nesse caso, o Youtube é uma boa ferramenta para encontrar bons materiais.

Ter momentos de lazer

Muitos vestibulandos têm uma rotina desgastante de atividades, passam o dia inteiro em cursinhos para rever o conteúdo programático das provas. Mesmo os que estudam por conta própria, em casa, também fazem jornadas de estudos em período integral.

 

Embora seja muito importante que os jovens percebam que precisam fazer sacrifícios para conseguirem alcançar os objetivos, é também muito importante que eles tenham momentos de relaxamento e de lazer. Sem esses momentos de descanso dificilmente eles conseguem aguentar com saúde, as horas de estudos e as maratonas das provas.

 

Ir ao cinema, assistir a um seriado ou a uma partida de futebol, dar uma volta de bicicleta ou levar o cachorro para passear são algumas das quebras da rotina de estudos que podem revigorar a energia.

Preparação psicológica

Outra dica importante para conseguir dar um gás nos estudos para as provas do Enem é que o estudante reforce a preparação psicológica. Nesse sentido, os pais e amigos têm um papel fundamental, pois eles devem ajudar os estudantes a encontrarem um ponto de apoio.

 

É necessário lembrar sempre que as provas são apenas mais uma etapa da vida profissional dos jovens e que independemente do resultado os estudantes terão o apoio incondicional daqueles que os amam.

Comentários