SB24Horas

Notícia na hora certa!

Encanto, a história da Colômbia jamais contada

O novo filme da Disney mostra a vida de uma família colombiana que vive em um mundo mágico

 

Colômbia chega às salas de cinema de todo o mundo graças a Walt Disney Animation Studios e ao universo fantástico que a companhia criou em seu novo filme Encanto, uma produção inspirada no país do realismo mágico, da biodiversidade, da riqueza cultural e do calor humano dos colombianos.

 

Esta é a obra animada número 60 na história da Disney e, nela, aparecem inúmeras referências da Colômbia que criam uma história que fala das enraizadas tradições culturais e dos valores colombianos, tais como a família, a inclusão e a diversidade.

 

Para a equipe criativa por trás do filme e para os seus diretores, Byron Howard e Jared Bush – vencedores do Oscar por Zootopia (2016) como Melhor Filme de Animação-, a Colômbia é um país que não se termina nunca de descobrir. “O Vale de Cocora é um dos lugares mais bonitos que já estive”, expressa Bush em um vídeo recente publicado na página oficial da Disney no YouTube.

 

“Saber que o filme Encanto foi inspirado em nosso país nos emociona muito. Para nós é um sonho que se tornou realidade, pois nada melhor do que a Disney, a casa onde são fabricadas as histórias mais inspiradoras e mágicas, ter tido como referência nossas riquezas naturais e culturais e, acima de tudo, o calor do nosso povo para criar um mundo fantástico do país mais acolhedor do mundo”, disse Flavia Santoro, presidente da ProColombia.

 

Além disso, pela primeira vez, chegam a um filme de animação da Disney referências culturais tão colombianas como o chapéu vueltiao, típica vestimenta do Gran Caribe Colombiano; a arepa, um prato típico que tem diferentes interpretações em todas as regiões do país; e as alpargatas, calçados usados pelos camponeses do país.

 

Por outro lado, a casa Madrigal, o epicentro da história e onde acontece grande parte da magia do filme, é uma fazenda inspirada nas casas que se veem em Cartagena, Salento e Barichara, de fato, a equipe de criação demorou cerca de dois anos para projetá-la, pois tiveram que ter muitas referências para criar o ambiente perfeito da família.

 

Outras referências que os telespectadores poderão ver são o café colombiano, a bebida do país mais reconhecida e premiada no mundo, que é servida em xícaras de Carmen de Viboral, um município colombiano famoso por suas louças coloridas. Também, alguns dos personagens carregam mochilas wayuu, feitas por indígenas que vivem em La Guajira (ao norte da Colômbia) ou usando ponchos e ruanas -roupas típicas de várias regiões do país- por lugares que revivem paisagens de Cartagena (declarada pela UNESCO como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade), Barichara e Villa de Leyva, estas últimas cidades patrimônio da Colômbia.

 

A música colombiana é outro dos temas centrais do filme, já que a Colômbia é o país dos mil ritmos. A trilha sonora cobre gêneros colombianos profundamente enraizados como a cumbia, o joropo e o bambuco, ainda mais modernos como o reggaeton.

 

Quanto à biodiversidade do país, são mostrados lugares como o Vale do Cocora, localizado na Paisagem Cultural Cafeeira e reconhecida por suas altas palmeiras-de-cera. Aparecem também orquídeas de todas as cores e tamanhos, aliás, a Colômbia é o país com mais tipos de orquídeas no mundo. Além do mais, os personagens são acompanhados por animais como capivaras, antas, quatis e onças-pintadas, muito vistos na região da Amazônia-Orinoquia colombiana, eles são vistos também com araras, tucanos e colibris, destacando que o país é o mais biodiverso em aves com mais de 1.900 espécies.

 

Outros dos grandes protagonistas são a inclusão e a diversidade de culturas e raças, já que os personagens representam os grupos étnicos que compõem a Colômbia, país onde cerca de 4% de sua população pertence a mais de 110 povos indígenas; cerca de 10% pertencem à população negra, afrocolombiana e raizal palenquera; mais de 60% a mestiços; e grupos menores, como ciganos, entre outros. Além disso, existem 68 línguas nativas faladas por aproximadamente 850.000 pessoas.

 

Por sua vez, Carlos Vives, um dos músicos colombianos mais reconhecidos com dois Grammys e 11 Latin Grammys, interpreta “Colombia Mi Encanto”, a canção principal do filme e que se soma à trilha sonora composta e escrita pelos compositores Lin-Manuel Miranda (Moana, 2016) e Germaine Franco (Coco, 2017).

 

A versão em espanhol para a América Latina é 100% dublada pelas vozes de artistas, atrizes e atores colombianos como Olga Lucía Vives (Mirabel), Maluma (Mariano), Angie Cepeda (Julieta), Mauro Castillo (Félix) Alejandro Riaño (Bruno) e María Cecilia Botero (Avó Alma), entre outros. Do mesmo modo, na versão em inglês participam grandes intérpretes colombianos como John Leguizamo, Diane Guerrero e Carolina Gaitán.

 

Glossário de referências colombianas em Encanto

 

Flores: na Colômbia existem mais de 1.400 tipos de flores, o que o torna um país floricultor e o segundo exportador mundial de flores. Além disso, há muitas orquídeas em Encanto, a flor nacional da Colômbia.

 

Vale do Cocora: paisagem natural localizada na cordilheira central dos Andes Ocidentais Colombianos, no departamento de Quindío. Este faz parte da área de influência do Parque Nacional Natural Los Nevados e é o berço de outro símbolo pátrio da Colômbia: a palmeira-de-cera.

 

Borboletas amarelas: são um dos símbolos mais representativos do Prêmio Nobel de Literatura colombiano Gabriel García Márquez. Este é um dos exemplos do realismo mágico que o escritor criou em sua obra-prima Cem Anos de Solidão.

 

Alpargatas: são sapatos usados ​​em sua maioria por camponeses em toda a Colômbia.

 

Arepas: um dos pratos típicos mais importantes da Colômbia. É uma preparação que se faz à base de milho, sal e água. Cada região do país tem uma interpretação própria criando dezenas de versões de arepa, utilizando como ingredientes diferentes tipos de queijo, vários tipos de carnes e, até mesmo, ovos.

 

Café colombiano: é a bebida mais reconhecida que a Colômbia tem em nível mundial. Tem cerca de 300 anos de história desde que os Jesuítas o trouxeram para o país no século XVIII. Um café 100% colombiano é conhecido pelo seu sabor ácido e suave, e sua torrefação o deixa um pouco mais claro.

 

Louça de Carmen de Viboral: Carmen de Viboral é um município localizado no departamento de Antioquia e é conhecido por suas louças de cor branca decoradas com desenhos de diversas flores.

 

Onça-pintada: este felino vive em quase todo o território colombiano como o Caribe, o Chocó, a Cordilheira dos Andes, a Orinoquia e a Amazônia, sendo que esta última área é seu maior refúgio no país.

 

Capivara: este é o maior roedor do mundo e se encontra em várias áreas do país, especialmente na Amazônia e nas Planícies Orientais.

 

Anta: é um mamífero da espécie dos tapires. É um animal muito importante, pois com a sua presença nas florestas andinas e páramos da Colômbia, a vegetação se renova à medida que as sementes se espalham.

 

Tucano: essa espécie de ave se distribui abaixo de 1.000 metros de altura sobre o nível do mar na cordilheira Ocidental do norte do Chocó até o sul.

 

Colibri: a Colômbia é o país com mais espécies dessa ave no mundo. Esses animaizinhos desempenham um papel muito importante na polinização, vital para a preservação dos ecossistemas.

Quati: ou Nasua, são pequenos mamíferos onívoros americanos e vivem no sul da Colômbia.

 

Ruana: peça de roupa tradicional colombiana que é símbolo da região andina. É uma manta quadrada ou retangular feita de lã 100% virgem, sem mangas e com um orifício no centro pelo qual se passa a cabeça, popularmente chamada de goyete em Boyacá.

 

Chapéus: No filme Encanto, os personagens usam o chapéu vueltiao, proveniente da região do Caribe, e é um ícone cultural que simboliza elementos da cultura indígena zenu. Também usam o chapéu aguadeño, originário do município de Aguadas (departamento de Caldas), e sua produção artesanal é feita à base de palha de iraca.

 

Trajes típicos: Maribel, a protagonista de Encanto, usa um traje típico santandereano, do município de Vélez, composto por várias peças como a saia, a anágua, a blusa ou um blusão.

 

Acordeão: esse instrumento musical na Colômbia está relacionado com as feiras e festas, mas sobretudo com o importante gênero da cultura colombiana: o vallenato.

 

Turbante colombiano: esse acessório para a cabeça tem sua origem na África e, embora também seja usado no Oriente Médio e na Índia, na Colômbia tem um significado importante para as mulheres afrodescendentes, pois nos séculos XVI, XVII e XVIII se usava para guardar pequenas sementes e ouro, cobrir suas tranças e apoiar o peso de bateias e cântaros que carregavam em sua cabeça para transportar alimentos e água.

 

Maceta: produto artesanal composto por figuras feitas em açúcar e decoradas com papéis e bonecos de papéis multicoloridos típicos do departamento do Vale de Cauca.

 

Achiras: é uma preparação típica do departamento de Huila que é feita com o amido de achira ou sagu, planta de origem sul-americana usada pelos povos pré-hispânicos do Peru e da Colômbia, ao qual se junta coalhada, manteiga e gema de ovo para depois assar.

 

 Sobre a ProColombia: Como parte do Governo e do Ministério de Comércio, Indústria e Turismo da Colômbia, a ProColombia trabalha para promover o país como sendo um destino líder para o investimento estrangeiro direto, para o turismo internacional e como um fornecedor de patamar mundial de exportações não mineradoras