Empresário do Grupo Bio Ritmo representa o Brasil durante o World Entrepreneur of the Year, em Mônaco

Edgard Corona, responsável pelo comando das redes de academias Bio Ritmo e Smart Fit, que levam inovação e democratização do fitness de alto padrão no seu DNA, estará em Monte Carlo entre os dias 7 e 11 de junho para a final mundial do Prêmio Empreendedor do Ano, realizado pela EY

 

O empresário Edgard Corona, fundador e presidente do Grupo Bio Ritmo, foi selecionado para representar o Brasil na etapa global do Prêmio Empreendedor do Ano da EY – o EY World Entrepreneur Of The Year. O evento acontece em Monte Carlo, no Principado de Mônaco, entre os dias 7 e 11 de junho, e reunirá os 60 representantes selecionados dos diferentes países onde a premiação é realizada.

 

A escolha do empreendedor do ano é feita por um grupo independente de jurados de todo o mundo, sendo que a maioria já participou anteriormente do evento. Esse grupo é responsável por avaliar sete itens que fizeram com que o profissional e a empresa, por ele representada, se destacassem durante o ano de 2016. Entre critérios analisados estão o espírito empreendedor, desempenho financeiro, direcionamento estratégico, inovação, impacto global, integridade pessoal e influência. Esses diferenciais sustentam a liderança e empreendedorismo do empresário vitorioso.

 

Segundo Corona, o Grupo Bio Ritmo se preocupa em manter a qualidade e em democratizar o fitness de alto padrão. “Levamos o que há de mais moderno e tecnológico no mundo fitness, além de estarmos sempre de olho no que ocorre lá fora”, afirma o executivo.

 

Não é de hoje que o Grupo Bio Ritmo tem se destacado no mercado. Entre 2010 e 2015, a empresa teve crescimento de 427%, de acordo com dados da IHRSA, associação americana que representa o setor mundialmente, e era a 4ª entre as maiores redes de academias do mundo naquele período. Hoje, o Grupo Bio Ritmo conta com 1,3 milhão de alunos, sendo 1,1 milhão de alunos da Smart Fit. A rede no modelo low cost tem presença no México, Colômbia, Chile, Peru e República Dominicana.

 

Para Luiz Sérgio Vieira, CEO da EY Brasil, os empreendedores são motivados por uma causa e por um estado de espírito, de resiliência e perseverança. Eles não desistem dos seus sonhos nem quando fracassam, aliás fracasso é uma palavra relativa para esse grupo de pessoas. São lindas histórias de vida, que nos mostram a importância de sempre acreditar que é possível. “Em 18 anos, a EY Brasil homenageou muitos dos grandes nomes do empresariado nacional. Temos orgulho de celebrar, todos os anos, essas pessoas que contribuem para a construção e transformação do mercado brasileiro. Afinal, eles fazem do mundo um lugar melhor ao converterem suas visões em crescimento, progresso, empregos e prosperidade”, conclui Vieira.

 

Em 2016, o Grupo Bio Ritmo cresceu 22% e fechou o ano com o faturamento de R$ 1 bilhão, 12% do setor fitness que movimentou R$ 2,4 bilhões, dados da Acad Brasil. “Acreditamos no potencial do mercado fitness no País. Ser finalista desse Prêmio, por exemplo, é uma prova de que estamos no caminho certo”, finaliza Corona.

 

 

Edgard Corona | Grupo Bio Ritmo

México, Chile, Colômbia, Peru, República Dominicana. A lista de fronteiras desbravadas levou o Grupo Bio Ritmo a uma conquista relevante em 21 anos de atuação: o topo do segmento fitness na América Latina. Um feito que nasceu da paixão do engenheiro químico Edgard Corona por atividades físicas. Em 1996, inaugurou a primeira academia, no bairro de Santo Amaro (SP). Em seguida, veio a segunda unidade, na Avenida Paulista. Mais do que um lugar para treinar, o intuito era transformar a academia em uma experiência, com ambientação que unisse conforto e tecnologia e o pioneirismo em manter uma equipe técnico-científica para desenvolver os treinos. Em 2009, criou a Smart Fit com a proposta de democratizar o acesso à atividade física. A marca soma hoje 390 unidades no Brasil e América Latina.

 

Sobre o Grupo Bio Ritmo

Com 21 anos de atuação, o Grupo Bio Ritmo é a maior empresa do setor na América Latina com cerca de 360 academias no Brasil, México, Chile, Peru e República Dominicana. Formado pelas marcas Bio Ritmo e Smart Fit, a rede conta com 1,3 milhão de alunos e é classificada em ranking da IRHSA (International Health, Racquet & Sportsclub Association), principal entidade do setor, como a rede de academias com o maior percentual de crescimento em número de unidades no mundo, e a quarta em crescimento de faturamento nos últimos cinco anos. Mais informações em www.bioritmo.com.br e www.smartfit.com.br

 

Sobre o Prêmio

Lançado nos Estados Unidos em 1986, o programa EY World Entrepreneur Of The Year alcança hoje 60 países e mais de 145 cidades em todo o mundo. Ao longo de sua existência, já homenageou mais de 2.500 empreendedores.

O Empreendedor do Ano é realizado anualmente pela EY com o intuito de enaltecer e reconhecer empreendedores inovadores e de sucesso. A empresa identifica e promove as conquistas desses líderes, exaltando o crescimento de suas empresas e o dinamismo de seus negócios a fim de fomentar a cultura empreendedora em vários países e regiões.

 

Sobre a EY

A EY é líder global em serviços de Auditoria, Impostos, Transações Corporativas e Consultoria. Nossos insights e os serviços de qualidade que prestamos ajudam a criar confiança nos mercados de capitais e nas economias ao redor do mundo. Com isso, desempenhamos papel fundamental na construção de um mundo de negócios melhor para nossas pessoas, nossos clientes e nossas comunidades.

No Brasil, a EY é a mais completa empresa de Auditoria, Impostos, Transações Corporativas e Consultoria, com 5.000 profissionais que dão suporte e atendimento a mais de 3.400 clientes de pequeno, médio e grande portes.

A EY Brasil é referência na implementação de políticas de mobilidade corporativa, com destaque para o conceito de Escritório do Futuro – local que privilegia a colaboração, a flexibilidade e o engajamento das pessoas por meio de áreas comuns, rotatividade de estações de trabalho e otimização do uso de recursos tecnológicos.

Acompanhe em:

@EY_Brasil

#BetterWorkingWorld

 

Comentários

Notícias relacionadas