Em busca do tri, Corinthians/Americana começa LBF contra Santo André


O Corinthians/Americana começa a defesa do bicampeonato nacional de basquete feminino e a luta por mais uma conquista na temporada nesta sexta-feira (20). O time recebe o Basketball Santo André/Apaba, às 20 horas, no Centro Cívico, em Americana, no jogo que marca a abertura da sexta edição da Liga de Basquete Feminino (LBF).

O projeto de Americana conquistou o título da LBF três vezes (2011/2012; 2013/2014 e 2014/2015) e tenta coroar uma temporada perfeita, pois levantou os títulos da Liga Sul-Americana e do Campeonato Paulista em menos de dois meses. Os bons resultados no ano fazem com que as americanenses entre com certo favoritismo no torneio.

“Conquistamos os três últimos torneios que disputamos (LBF, Paulista e Liga Sul-Americana) e isto nos torna a equipe a ser batida no torneio. Por isto, temos que entrar da melhor forma possível, atentos, focados e continuar trabalhando para mantermos este ritmo de conquistas. Só assim, com empenho e trabalho duro, seguiremos na trilha das vitórias”, comentou o técnico Antônio Carlos Vendramini.

A edição 2015/2016 terá um formato diferente. Os seis participantes jogam entre si, em turno e returno, em rodadas duplas. Ou seja, cada time joga contra o mesmo adversário quatro vezes, totalizando 20 rodadas na primeira fase. Os quatro melhores estarão classificados às semifinais, disputada em série melhor de três. Na final, os dois melhores decidem o campeão em cinco jogos.

Mesmo com a pouca quantidade de rivais, o Corinthians/Americana espera um torneio equilibrado. “São poucas equipes, mas são apenas times fortes. Diminuiu a quantidade, mas aumentou a qualidade. Será um dos torneios mais complicados da história. Temos que estar muito concentradas em todos os jogos, manter os pés no chão e treinar”, afirmou a pivô Damiris, eleita a melhor jogadora do Sul-Americano.

Após a conquista do Paulista, o time americanense ficou pouco menos de um mês sem entrar em quadra. Treinando firme, a equipe não vê a hora de reencontrar a torcida. “Na final do Paulista, a festa foi grande e estamos sentindo falta disso. É muito gostoso jogar sentindo o carinho vindo das arquibancadas. Eles serão muito importantes para nós durante a temporada”, encerrou a camisa 12 de Americana.

Os ingressos para as duas duas partidas do final de semana serão trocados por um quilo de alimento não perecível nas bilheterias do Centro Cívico.

Comentários

Notícias relacionadas