fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Entretenimento

“E se for saudade do que não aconteceu?” é a temática do novo single de Sergiopí

Foto: Pedro Amorim

Em “Saudade Vazia” e “Lacan X9”, o inquieto artista continua imerso nos oceanos do tempo, assim como no single anterior, “Quem É Você no Meu Tempo?”, lançado em 17 de setembro. Equalizando memória e ficção através de justaposições instrumentais que vão se revelando ao longo de cada uma das faixas, Sergiopí já dá sinais do que podemos esperar de ‘Auradelic’, álbum que sai em breve: subversão de modelos clássicos, psicodelia eletrônica, camadas de vozes etéreas e guitarras atmosféricas.

O álbum foi integralmente composto e produzido por Sergiopí com os parceiros Hiroshi Mizutani (Lulu Santos) e Bombom (Ed Motta). “Foi muito bom tirá-los da zona de conforto para criarmos nossas próprias paisagens sonoras”, diz o artista.

Ouça aqui: https://sergiopi.lnk.to/saudadevazia

Sergiopí é Sergio Martins, nome por trás do selo LAB 344 – conhecido pelo histórico e contribuições com artistas como Moby, Janet Jackson, Alanis Morissette, Cyndi Lauper e Alabama Shakes. Chegou a lançar projetos de bossa lounge (sob a alcunha de OrionFellas), mas  o primeiro álbum solo só veio em 2015, com Meu Pop É Black Power, que rendeu música em trilha de minissérie. Em 2018, emplacou outra música em novela, com o trio Lewonda, e formou o duo Comma21 com Hiroshi Mizutani para assinar remixes de faixas de Kassin, Macy Gray e Patricia Marx.

Comentários