Diabetes: mais de 350 pessoas participam de caminhada

Diabetes 01 - imprensaCom o tema “Diabetes: Proteja o Nosso Futuro”, a ADSB (Associação de Diabéticos de Santa Bárbara d’Oeste), com apoio da Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste, promoveu nesta quinta-feira (14) uma caminhada especial à população, como parte das comemorações do Dia Mundial do Diabetes. A saída ocorreu às 8 horas em frente ao Ginásio Municipal “Djaniro Pedroso”. Antes houve aquecimento promovido pelo educador físico Rodrigo Batagin. Cerca de 350 pessoas participaram da iniciativa, seguindo até a Praça Coronel Luís Alves (Praça Central).

Na chegada, os participantes passaram por exames de detecção, orientação, educação e prevenção das complicações do diabetes. A ação contou com apoio das Secretarias de Saúde, Cultura e Turismo, Esportes e de Promoção Social, ETEC (Escola Técnica) “José Dagnoni”, Grupo Pedala SBO, grupos da Terceira Idade do Fundo Social de Solidariedade, Confraria do Conto, Pastoral do Idoso, agentes do PACS (Programa de Agentes Comunitários de Saúde) das UBSs (Unidades Básicas de Saúde) “Paulo Pereira Fonseca”, do Cruzeiro do Sul e Centro de Saúde “Dr. Jéber Juabre”, na Vila Borges, além de apresentação da Banda Santa Cruz.

Para o presidente da ADSB, Luís Alves Caris, a expectativa com a realização do evento foi superada. “Felizmente a adesão da população superou nossas expectativas. Ano passado na primeira edição da caminhada contamos com 200 participantes, esse ano o número quase dobrou. Gostaria de agradecer a todos que contribuíram para esta ação e salientar que as atividades continuam ao longo do mês, em parceria com as UBSs do município”, destacou.

A coordenadora da Educação Permanente, Patrícia Sena, destacou que este tipo de atividade serve para despertar o interesse da comunidade sobre o Diabetes. “Esta ação é importante por que chama a atenção das pessoas aos cuidados relacionados à prevenção, detecção e ao tratamento do Diabetes, com a adesão de hábitos de vida mais saudáveis. A prática de atividades físicas é um destes fatores, que funciona como importante aliado na melhoria da qualidade de vida para os portadores da doença”, comentou.

Na chegada foram realizados na Praça Central cerca de 600 exames de Dextro, 520 procedimentos de aferição de pressão arterial, além de orientações sobre tratamento com plantas medicinais e também sobre podologia. Também foram feitos 350 cálculos de IMC (Índice de Massa Corpórea) seguidos de orientação nutricional.

Assessoria de Imprensa

Comentários

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta