Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Curso de Empreendedorismo Socioambiental tem início em NO


Entusiasmados e cheios de esperança, 30 estudantes iniciaram, ontem (7), o Curso de Empreendedorismo Socioambiental do IEMA (Instituto de Educação e Meio Ambiente), promovido em parceria com a Paróquia São Jorge, em Nova Odessa (SP).

O projeto abrange adolescentes e jovens do Jardim São Jorge, de 13 a 17 anos, para que eles apresentem soluções empreendedoras após analisar a crise hídrica em suas comunidades. Realizado de forma gratuita na igreja do bairro, às quintas-feiras à noite, o curso é encarado pelos alunos como grande oportunidade de sucesso profissional, com respeito ao meio ambiente.

“Estou maravilhada com o curso, gostei, adorei. A minha expectativa era grande, e sei que ele vai valer muito a pena”, afirmou Maressa Corandin Dentale, de 14 anos. O estudante Josué Jhonatas S. dos Santos, 14, já está idealizando seu projeto empresarial sustentável. “Achei interessante este primeiro dia de aula, aprendi algumas palavras que eu não conhecia, descobri a importância da água. O curso pode ser uma coisa boa pro meu futuro. Estou até pensando no meu projeto final”, revelou ele.

As noções de cidadania e empatia foram observadas por Helio Antonio. A. Garcia Junior, 14. “Hoje aprendi a ser gentil com as pessoas, a ter ética; nós mesmos reconhecemos nossas qualidades e defeitos. A professora disse que são conhecimentos importantes para quem quer empreender”, lembrou Jr. “É um curso que a gente não encontra em qualquer lugar e que pode abrir muitas possibilidades. Acredito que vai ser muito importante para mim; ele faz a gente pensar”, apontou Isabela Costa Monteiro, 14.

“Diagnosticamos uma carência de projetos de vida nesta faixa etária do bairro. E como o empreendedorismo não é difundidado na grade curricular dos estudantes, decidimos criar este projeto de interesse público, responsável socioambientalmente por também incentivar a conservação da água, em uma das regiãos da cidade que mais consomem o recurso natural. O planeta está solicitando novos modelos de profissão, muito mais sustentáveis, e este projeto age localmente refletindo um problema de interesse de todos os seres vivos”, ressaltou a presidente do IEMA e professora do curso, Ana Lúcia Maestrello de Micheli, que está animada com a sede de conhecimento de seus alunos, refletida no brilho dos olhos de cada um deles.

Fundado no início de 2014, o Instituto de Educação e Meio Ambiente é certificado como Oscip pelo Ministério da Justiça, e tem como objetivo promover as responsabilidades educultural e socioambiental por meio de sua causa, que é socializar o conhecimento para atender o interesse público.

 

Assessoria

Comentários

Dennis Moraes