fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Crianças de até qual idade podem se beneficiar da Odontopediatria? Tire suas dúvidas

Um ramo da Odontologia voltado exclusivamente para o cuidado de bebês, crianças e adolescentes, os benefícios da odontopediatria são muitos e realmente podem ser transformadores para a vida de uma pessoa.

 

Aqui, queremos resolver as dúvidas mais comuns relacionadas à atividade deste profissional, desde sua função até a idade que o acompanhamento deve ser feito com os adolescentes.

Qual a função de um odontopediatra?

O Odontopediatra tem a função de realizar o acompanhamento da saúde bucal de uma criança até a sua adolescência. Nesse período, o profissional é o responsável que deve perceber possíveis distúrbios na fala, na mastigação e no posicionamento dos dentes e dos maxilares do jovem.

 

Além disso, o Odontopediatra deve aconselhar os pais, seja no momento da retirada da chupeta, por exemplo, ou ensinando a eles como escovar os dentes do pequeno.

Usar a chupeta por muito tempo pode ser perigoso?

O uso prolongado da chupeta pode provocar graves problemas, como a mudança na posição da língua e dos dentes. Nesse caso, por conta da chupeta, aquela criança será provavelmente obrigada a utilizar um aparelho no futuro.

 

Para resolver esse problema, os especialistas recomendam que os pais, com a ajuda do Odontopediatra, determinem o momento certo para o fim do uso da chupeta. E para isso existem algumas ações que podem ser tomadas, como realizar pequenos furos no utensílio e fazer com que ele perca a “graça”.

Quando iniciar o tratamento com um Odontopediatra?

O tratamento com um Odontopediatra deve ser iniciado após o nascimento do primeiro dente de leite, que acontece geralmente por volta dos 6 meses de idade.

 

Apesar disso, o cuidado com a saúde bucal se inicia logo após o nascimento, com o teste da linguinha. Esse processo se tornou obrigatório por lei e busca avaliar problemas ou qualquer distúrbio na cavidade bucal do bebê, como a língua presa (freio lingual encurtado).

Até qual idade deve ser feito o acompanhamento com um odontopediatra?

O crescimento e o desenvolvimento da saúde bucal pode variar de criança para criança. Apesar disso, em geral, o trabalho do Odontopediatra deve ser estendido até os 14 anos ou até quando o adolescente se sentir confortável em ser acompanhado por esse especialista.

 

Nesse momento, enquanto o jovem está na pré-adolescência, deve existir uma transição para um clínico geral, responsável por acompanhar a saúde bucal de adolescentes e adultos.

Essa mudança é realmente necessária?

Antes de ser um Odontopediatra, esse especialista é responsável pela saúde bucal em geral. Por isso, essa transição não é necessariamente obrigatória e pode ser prolongada conforme a necessidade do adolescente.

 

E por essa razão é sempre válido conversar com esses jovens e entender quais são os seus desejos e as necessidades. E somente após esse momento, tomar uma medida correta e eficiente.

Por que é importante consultar um odontopediatra?

O Odontopediatra é muito importante, pois além de realizar todo o acompanhamento para que a criança se desenvolva bem, esse especialista também pode realizar intervenções assertivas.

 

Um exemplo muito comum é a necessidade do aparelho, que pode existir em muitas crianças. O Odontopediatra deve perceber o quadro e encaminhar o jovem ao Ortodontista. Dessa forma o tratamento será mais rápido e também mais proveitoso.

Com qual frequência é importante visitar o Odontopediatra?

Em um primeiro momento, o recomendado é que as visitas ao Odontopediatra sejam realizadas de seis em seis meses. Esse período sempre deve variar de acordo com a necessidade, podendo se tornar menor após alguma recomendação específica.

 

E exatamente por essa razão é importante manter a frequência nas visitas. E é claro, sempre procure por profissionais de confiança e capazes de desempenhar sua função da melhor forma possível.

Comentários