Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Como funciona a Logística Empresarial?

Muitas pessoas podem até não saber, porém, a logística empresarial é o que define se uma empresa vai operar de forma satisfatória. Assim, uma boa logística é sinônimo de maior eficiência, mais ganhos e menos custos. 

Inclusive, é importante ressaltar que esse é um dos processos que mais pesam no orçamento das empresas no geral, demandando grande atenção e esforço dos líderes e gestores.

Os custos logísticos de um negócio industrial, como um fabricante de bebedouro para escola, podem chegar a quase 20% do faturamento, de forma que questões como o transporte das cargas podem chegar a 60% desse custo. 

Para você aprender mais sobre logística empresarial, seu conceito, funcionamento, importância e vantagens de uma boa gestão, trouxemos esse artigo. Continue lendo e confira.

O que é logística empresarial?

Logística empresarial é o conjunto de todos os processos envolvidos no setor produtivo e de distribuição de uma companhia, com o objetivo de garantir a sua otimização, compreendendo:

  • O planejamento;
  • A implementação;
  • Gestão estratégica das informações de toda a cadeia de suprimentos;
  • O controle econômico do fluxo de produção; 
  • O controle de estocagem e armazenamento de insumos e matérias-primas;
  • O estoque e transporte de produtos prontos.

Em outras palavras, podemos dizer que a missão do setor de logística de uma organização, como um fabricante de relógio de ponto homologado biométrico, é obter e disponibilizar todos os serviços e produtos na hora, local e condições adequadas.

Ao fazer isso de forma estratégica, consequentemente, beneficia-se a empresa como um todo, ao cortar gastos desnecessários e otimizar o uso de recursos, como o tempo, capital, local de armazenamento, ou transporte.

Exemplificando, iniciando no ponto de origem e indo até o consumidor final, que busca por itens variados, como uma divisória eucatex preço, a logística visa garantir o perfeito andamento de todo o processo, em conformidade com os requisitos do cliente.

Dessa forma, é considerada um fator decisivo entre o sucesso ou o fracasso de uma empresa.

Um fato curioso sobre o tema, é que o conceito remete ao ambiente militar e às guerras: “Logística” é um termo que surgiu para designar a organização e a gestão otimizada dos recursos necessários para a sobrevivência de soldados e sucesso nas batalhas.

Os pontos centrais eram a aquisição, o transporte, a estocagem de materiais e a manutenção de pessoal e de equipamentos. 

Como o conceito realmente gera o aumento da eficiência das operações de maneira geral, a logística foi adotada pelo mundo empresarial, e trouxe vantagens singulares, como já é possível notar. 

Assim, tornou-se um ramo específico da Administração, que logo percebeu o valor agregado de empregar à logística, no que tange o mundo corporativo, e de forma mais didática, a dividiu em quatro atividades básicas: 

  1. Aquisição;
  2. Movimentação;
  3. Armazenamento;
  4. Entrega de produtos. 

Do ponto de vista do cliente de uma empresa especializada em sistema de automação residencial, uma boa logística gera rapidez, maior atenção ao processo e eficiência na entrega, o que contribui fortemente para sua satisfação. 

Somada a um atendimento de excelência e a um bom marketing, a receita do sucesso empresarial está completa. Entretanto, desses três pilares, a logística é o elo mais delicado, sendo frequentemente o maior desafio dos gestores.

Fazer essa análise cuidadosa de toda a cadeia de suprimentos e de produção, desenvolver um estudo completo, encontrar soluções que trazem maior eficiência e redução de custos, e ainda saber como, quando e onde implementá-las, não é uma tarefa simples.

Certamente uma boa logística empresarial depende de profissionais competentes, e o mais indicado é optar por candidatos com formação acadêmica em Engenharia de Produção ou demais engenharias, Administração, Economia, ou Gestão de Negócios.

Para estar capacitado para o cargo de gestor, ou mesmo para compor uma equipe de logística, é fundamental a compreensão acerca de gestão financeira e de indicadores, processos e mapeamento, inventário rotativo, entre outros conhecimentos práticos.

Ao chegar até aqui, certamente, você compreendeu como a logística empresarial é importante para o sucesso de um negócio, desde uma pequena boutique, até uma grande empresa especializada na furação de poços artesianos com tecnologia de ponta.

Ao garantir o fluxo otimizado em toda a cadeia de suprimentos, possibilita-se que todas as necessidades do consumidor sejam atendidas, o que envolve não só a qualidade do produto ou serviço em si, mas todo o contexto que compreende sua jornada de venda.

Decifrando a logística empresarial

Para otimizar processos, é importante focar em seus elementos básicos, investindo ao máximo para minimizar falhas, e essa costuma ser uma tarefa do Gestor de Logística. 

A organização nesse setor depende do organograma do seu negócio, que será bem diferente conforme o segmento. Afinal, é impossível compararmos, por exemplo, o setor fabril com o de serviços, como uma empresa especializada na instalação de projeto de iluminação comercial.

O responsável  precisa dominar três aspectos fundamentais: a Gerência de Estoques, a Gerência de Transportes e a Gerência de Informações.

Dependendo do porte da organização, é aconselhado a contratação de três profissionais diferentes, pois cada gerência pode ser extremamente complexa por si só em grandes escalas.

Existem diversos termos importantes para a melhor compreensão acerca da logística empresarial, confira esse pequeno glossário:

Supply Chain ou Cadeia de Suprimentos

Compreende todos os estágios e atores envolvidos no atendimento de cada pedido, seja de forma direta ou indireta: 

  • Fornecedores;
  • Fabricantes;
  • Distribuidores;
  • Lojistas e revendedores;
  • Clientes.

Todos eles estão interconectados e são dependentes dos níveis anteriores, por isso o conceito de cadeia.

Oferta e Demanda

Oferta e demanda formam o cerne da logística empresarial, pois são os “maestros” do mercado, exemplificando:

A oferta de uma porta de enrolar preço é a quantidade e valor desse produto disponível para venda. Já a demanda é a quantidade e valor desse produto que o consumidor está disposto a comprar.

Esses dois conceitos seguem uma regra matemática básica: quando a demanda é maior que a oferta, os preços tendem a aumentar, e vice-versa. Dessa forma, quanto mais assertiva sua previsão sobre a demanda, melhor será sua oferta.

Gestão de Estoques

É a gestão de estoque que vai definir se uma empresa terá mercadoria para cumprir suas entregas, ou se deixará o cliente na mão.

Dessa forma, deve-se escolher o melhor modelo de estoque conforme as necessidades do seu negócio, de forma a garantir o corte de todos os comprometimentos de recursos desnecessários.

Gestão de Transportes

Da mesma forma, é fundamental definir o melhor modelo de transporte, de modo a garantir que o produto chegue com rapidez, com segurança, e nas melhores condições até seu destino.

Gestão de Informações

No caso da gestão de informações, ela visa aumentar o valor agregado do produto, como os óculos de proteção com grau, bem como qualquer outro item. 

Isso ocorre por meio do acompanhamento e articulação de todas as informações necessárias para a busca pela excelência do processo da cadeia de suprimentos.

Logística Reversa

Esse é um conceito que ainda não é imposto por lei, mas devido às questões ambientais, trabalhar a Logística Reversa pode trazer diversos benefícios para seu negócio.

A obrigação legal é que todas as empresas em território nacional precisam lidar com seu próprio lixo, segundo a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Dessa forma a logística reversa vem complementar esse conceito: essa área da logística visa o planejamento, operação e controle do fluxo e das informações no que tange o retorno dos bens produzidos após sua venda, quando são descartados pelos usuários.

Essa é uma tendência, não só do mercado, como também do contexto constitucional, afinal as ameaças ao meio ambiente devido ao extrativismo parasitário e descontrolado estão se agravando.

E para aqueles que consideram esse tipo de preocupação coisa ambientalista, é importante estar ciente que, a médio e longo prazo, as questões ambientais se refletem diretamente na economia e no mercado.

Com a aplicação dessa estratégia, as empresas ganham ao agregar valor para a marca, com preços melhores, menos consumo de recursos, como energia e água, além de reduzir as emissões de gases de efeito estufa na atmosfera.

Considerações finais

Nesse artigo você pôde ter uma boa noção sobre a Logística Empresarial e seus principais conceitos e aplicações. 

Algumas dicas para a logística empresarial são: manter o controle sobre os processos, ter um plano B, integrar e manter seus dados sincronizados com seus fornecedores, e estar sempre em busca de melhorias para serem implementadas na cadeia de suprimentos.

Continue sua pesquisa, buscando mais informações, e certamente terá excelentes resultados para seu negócio, afinal, todos os benefícios no processo produtivo são valiosos.

Quanto mais complexa se torna a empresa, mais urgente se torna a necessidade da coordenação sistêmica dos aspectos envolvidos no processo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.