Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Como é o trabalho de um engenheiro de controle e automação?

A engenharia é uma das profissões mais importantes e populares atualmente, se aplicando a vários ramos de trabalho e necessitando de excelentes profissionais em todos eles. Hoje, falaremos um pouco sobre a profissão do engenheiro de controle e automação.

O texto abordará como é o trabalho desse profissional, quais as funções e demandas mais realizadas por eles, como iniciar na carreira, além de dicas e orientações importantes sobre o mercado e o próprio profissional em si.

Com o passar do tempo, se tornou comum que algumas profissões substituíssem outras e que diversas novas ganhassem mais espaço conforme a tecnologia e a sociedade avançavam rumo a um novo futuro.

A engenharia sempre esteve presente na história do mundo, algumas vezes de maneira mais sutil ou rústica, mas sempre foi necessário que alguém resolvesse os problemas e dificuldades de outras pessoas de forma eficaz e funcional.

Hoje em dia, existem muitos ramos de atuação para esse profissional, desde uma empresa de usinagem, voltada para engenharia mecânica, até mesmo as empresas elétricas que necessitam de profissionais especialistas.

Em outras palavras, é preciso saber e conhecer o conceito de engenharia, que nada mais é do que a aplicação de conhecimento técnico e específico para resolver algum problema, podendo estar relacionada até mesmo com a manutenção de cilindros hidráulicos.

Porém, a engenharia se divide em muitos pólos, sendo a engenharia mecânica, elétrica, civil e de produção as mais conhecidas. Mas, uma que muitos não conhecem ou apenas ouviram através de outro nome, é a engenharia de controle e automação.

Portanto, para entender um pouco mais a fundo sobre essa profissão, sobre os desafios encontrados diariamente pelos profissionais da área e como entrar no mercado de trabalho, confira os tópicos a seguir.

Conceito da profissão

Talvez você nunca tenha ouvido falar dessa profissão ou apenas não a reconheça por esse nome. O engenheiro de controle e automação também é conhecido como engenheiro mecatrônico, onde existe uma mescla de duas especialidades muito comuns na indústria.

Embora não vá tão a fundo na especificidade de um engenheiro mecânico ou de um engenheiro eletrônico, essa profissão busca reunir o melhor dos dois mundo e aplicar o conhecimento em processos de controle e automação industrial.

Em outras palavras, esse engenheiro irá coordenar, gerenciar e desenvolver projetos e equipamentos utilizados em processos produtivos dos mais variados tipos de empresa. 

Até mesmo uma maneira mais simples de utilizar o jateamento com granalha pode entrar nesse fluxo.

Entre as atividades desenvolvidas pelo profissional da área, podemos destacar:

  • Otimização de tempo e recursos de processos produtivos;
  • Aplicação de softwares e estratégias que visam aperfeiçoar o negócio;
  • Utilização da tecnologia a favor da empresa;
  • Resolução eficiente de obstáculos relacionados ao meio;
  • Projeção de custos e investimentos no projeto.

Indo um pouco mais a fundo nos aspectos mencionados nestes tópicos, é possível enxergar muitas possibilidades e o impacto que o profissional da área exerce sobre a empresa, podendo afetar até mesmo a forma de negociar injeção de plástico para terceiros.

O engenheiro é aquele que sempre estará à frente da equipe, buscando soluções práticas para a resolução de problemas e processos de automação para uma empresa, solucionando os problemas relacionados a essa área.

É importante entender que esse profissional é completo e requisitado, sendo um destaque como líder de equipe e aquele que traz soluções. Por isso, é necessário desenvolver diversas habilidades durante o tempo de estudo.

Até mesmo uma chapa expandida para piso passa por um processo produtivo. O engenheiro de controle e automação é o responsável por saber o fluxo de trabalho da empresa com aquele produto, quanto está sendo gasto, os recursos necessários, entre muitas outras tarefas.

Entretanto, como o mercado de engenharia cresceu nos últimos anos, a busca por profissionais qualificados também aumentou, fazendo com que muitos que não se esforçam e se dedicam o suficiente não consigam atingir o nível exigido.

A carreira do engenheiro

Para se tornar um engenheiro de controle e automação é necessário estudar durante, no mínimo, cinco anos em uma instituição de ensino que qualifique o Bacharel e seja reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação), mesmo que futuramente você trabalhe com isolamento térmico isopor.

Com isso, já será possível solicitar o seu registro no CREA, que é o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura. 

Em outras palavras, é o órgão responsável por gerenciar os profissionais da área, lidando com as leis e burocracias necessárias para o funcionamento do mesmo.

Como um profissional que tem conhecimento de robótica, mecânica, sistemas hidráulicos e pneumáticos, a sua principal área de atuação será dentro de fábricas e indústrias, lidando com os projetos e equipamentos ligados à área.

Embora a maior parte do trabalho seja desenvolvida no escritório, é necessário verificar a produção e o funcionamento das engrenagens que movem a empresa de perto, mesmo que sejam produtos mais simples como um compressor parafuso.

Dessa forma, dependendo da complexidade do projeto, é possível trabalhar diretamente com a mecânica, ajudando com o seu vasto conhecimento e especialidade em produtos hidráulicos e pneumáticos.

As áreas de atuação são diversas e bastante abrangentes, podendo atuar até mesmo em pequenas empresas e realizar serviços de manutenção de peças para máquinas de empresas terceirizadas ou a aplicação de revestimento industrial.

Outras áreas da engenharia

Outros lugares onde é possível exercer a sua profissão de engenheiro de controle e automação é em empresas automotivas, lidando com todo o processo e otimização da linha de produção junto de um engenheiro de produção.

Caso não queria aplicar o conhecimento em específico de engenharia, o profissional da área ainda é alguém capaz de resolver problemas utilizando a lógica, sendo então muito procurado por bancos e logísticas.

As matérias e disciplinas na faculdade englobam muitos cálculos e pesquisas, tornando o profissional inteiramente apto para resolver diversos problemas financeiros e de gestão de números, principalmente com alguma outra especialização nessas áreas.

Além disso, ainda é possível entrar no mundo acadêmico como profissional, ensinando a outros alunos e adquirindo bastante experiência no caminho, afinal, o dinamismo da sala de aula é algo bastante único.

O mais comum é que os profissionais da área ganhem experiência na área industrial antes de seguir para o mundo acadêmico, mas não é uma regra, tudo dependerá da vontade e do caminho que cada um trilhar em sua carreira.

Por causa das aulas e conhecimento de laboratório, também são abertas as portas para que esse engenheiro consiga trabalhar com biomedicina, aprimorando e otimizando tanto algumas pesquisas em específico quanto os equipamentos destinados para essas áreas.

Ou seja, como é possível verificar, são diversos ramos e aspectos da carreira do engenheiro de controle e automação que podem ser explorados, dependendo apenas de estudo, preparo e oportunidades.

Também é necessário saber trabalhar com as diferentes formas de tecnologia dos dias atuais, para otimizar o trabalho e sempre encontrar soluções rápidas para esses tipos de problema. 

Outro fator importante é ser fluente em uma segunda língua, que também pode ser um requisito necessário e primordial para esse profissional.

O inglês é praticamente obrigatório para o engenheiro, já que muitos artigos, produtos e clientes estão fora do Brasil. Isso abre diversas portas, inclusive para viajar para o exterior e realizar serviços e aplicar seu conhecimento em empresas por lá.

De forma simples e bastante direta, o inglês é um diferencial quase obrigatório, pois com o mundo tão globalizado e com o avanço de tecnologias e internet, é necessário que o engenheiro se adapte para continuar exercendo sua funções com maestria.

Considerações Finais

O texto de hoje abordou e se aprofundou em como é o trabalho de um engenheiro de controle e automação, explicando o motivo de alguns conhecerem o profissional como engenheiro mecatrônico, além de mostrar como o mercado enxerga o profissional.

Também foi demonstrado como a carreira da pessoa que decide seguir por essa área pode alavancar fortemente por causa do imenso leque de possibilidades de trabalho e como a formação e o preparo do profissional para o mercado são fundamentais.

Por isso, busque explorar ao máximo os pontos fortes da profissão e das áreas onde o seu potencial pode ser aplicado, demonstrando todo o conhecimento aprendido ao longo dos anos e realizando as demandas propostas, para crescer na área com o passar do tempo.

Agora que já ficou mais claro como é a profissão do engenheiro de controle e automação, pesquise por lugares onde você possa estudar e se dedique para conseguir se formar nesse meio que, embora competitivo, é muito satisfatório e recompensador.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.