Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Comissão de Finanças emite pareceres favoráveis a Projetos do Executivo


A Comissão Permanente de Finanças, Orçamento e Economia, composta pelos vereadores Emerson Luis Grippe – Bebeto (SD), Wilson de Araújo Rocha – Wilson da Engenharia (PSDB) e Alex Fernando Braga – Alex Backer (PV), respectivamente presidente, relator e membro, emitiu, ontem (27), pareceres favoráveis a projetos do Executivo referentes à reestruturação administrativa da Prefeitura. Foram analisados os Projetos de Lei Complementar 08, 09 e 10 de 2015 e o Projeto de Lei 28/2015, todos com pareceres favoráveis da Controladoria da Câmara Municipal, nos quais consta que não há vislumbre de impedimentos que prejudiquem tais proposituras.

O prazo para aprovação destes projetos, sem que haja demissões, se encerra hoje quinta-feira (28), porém, ainda estavam dentro do prazo regimental de urgência e, a fim de se evitar problemas financeiros consequentes do não cumprimento deste prazo, os membros da comissão deliberaram de maneira favorável às matérias, baseados nos pareceres da Controladoria da Casa. Para o presidente da comissão, vereador Bebeto (SD), a Comissão de Finanças deveria ter analisado com mais calma, porém, sem tempo hábil, ponderou os prejuízos aos cofres públicos e aos servidores.

“Sou presidente da Comissão de Finanças e preciso pensar nas consequências que uma demissão nessa escala pode causar nas contas do Município. São cerca de 100 servidores que, além de tudo, são pais e mães de família. A Comissão ainda tinha prazo para uma análise mais criteriosa, porém, mais uma vez, o prefeito enviou tudo de última hora e optamos em permitir que o projeto seja apreciado para evitar o transtorno, mas espero que fique a lição”, explicou.

Para o relator, Wilson da Engenharia (PSDB), o projeto foi assinado com o objetivo de evitar um problema financeiro maior do que aquele já enfrentado pela cidade. “Esses projetos chegaram ontem na comissão. O parecer favorável foi assinado na reunião em que deveríamos, primeiramente, discutir e analisar tudo. Tivemos que ter a responsabilidade que o governo não teve e pensar no prazo que termina amanhã. Novamente essa falta de planejamento do senhor prefeito nos força a ‘consertar’ as coisas”, pontuou.

Com o parecer favorável da Comissão de Finanças, o projeto segue para apreciação do Plenário da Câmara em Reunião Extraordinária, que ocorreu hoje quinta-feira (28), às 11 horas. A reunião de ontem foi a 14ª Reunião Ordinária da Comissão Permanente de Finanças, Orçamento e Economia, que promove encontros semanais, todas as quartas-feiras.

Comentários

Dennis Moraes