Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Ciclistas realizam passeio educativo por rota turística do Sapezeiro

Atividade promovida pelo grupo Pedala SBO teve como objetivo incentivar o uso da bicicleta como veículo de transporte e divulgar a importância da preservação da fauna encontrada nas trilhas ciclísticas 

 

O grupo Pedala SBO promoveu, na manhã do último domingo, dia 11, um passeio ciclístico de caráter educativo que percorreu um trajeto de cerca de 15 quilômetros da ciclorrota turística do Sapezeiro, partindo da Praça Dona Carolina, defronte ao Fórum, conhecida como Praça do Ciclista, até a Igreja de Santo Antonio do Sapezeiro. A Guarda Municipal acompanhou todo o trajeto, que contou com paradas estratégicas para orientações sobre pontos históricos, sobre a fauna e sobre segurança do ciclista.

 

Segundo o fundador do Pedala SBO, Eduardo Vale, o passeio ciclístico com a participação de alunos e professores teve como objetivo promover uma “sala de aula em movimento, passeando por pontos históricos e turísticos da rota do Sapezeiro e identificando o bioma presente no percurso”. O pedal foi um reconhecimento ao projeto Rastros Silvestres, desenvolvido por estudantes com o objetivo de identificar a fauna que transita pelas áreas canavieiras e alertar ciclistas sobre a importância da preservação dessas espécies.

 

O Rastros Silvestres foi uma iniciativa dos alunos João Pedro Rodrigues Vintecinco, Mariana Monaro e Dayane Paspardelli, do 9º ano do Sesi Santa Bárbara d’Oeste. A professora Érica Fátima Inácio, que participou da atividade de domingo representando o Sesi, explica que o projeto Rastros Silvestres surgiu a partir de uma pesquisa dos estudantes dentro da disciplina de Eixo Integrador, que tem uma proposta pedagógica interdisciplinar, desenvolvendo conhecimentos integrados a experiências de vida.

 

As informações levantadas pelos alunos foram incorporadas à Cartilha do Ciclista, lançada em abril pela Prefeitura de Santa Bárbara e pelo Conselho Municipal de Turismo, com a participação do coletivo Pedala SBO. Com o projeto Rastros Silvestres, os estudantes foram premiados na edição 2021 da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE).

 

Agora, os alunos realizam a segunda fase do projeto, que consiste em uma parceria com estudantes e professores do Colégio Técnico de Limeira (Cotil) e da Escola Técnica Estadual (Etec) São Caetano do Sul. A ideia é desenvolver um aplicativo de celular para auxiliar ciclistas a reportarem ocorrências durante os passeios, como animais feridos e focos de incêndio. A segunda fase também contempla a criação de um jogo educativo para ensinar de forma lúdica e criativa sobre a fauna silvestre e a convivência em harmonia.

 

Nessa etapa, o projeto conta com o apoio do Instituto Federal de São Paulo (IFSP/Campus Campinas) e do Grupo de Estudo de Animais Silvestres da Escola Superior e Agricultura Luiz de Queiroz (GEAS-ESALQ/USP), em parceria com Museu Luiz de Queiroz. Os alunos André Victoriano Inácio e Vicente Venancio Pascoal são os integrantes do projeto Rastros Silvestres representando o Cotil e a Etec, respectivamente.