Campinas: PM prende traficante internacional da quadrilha de Juan Carlos Abadia


A Polícia Militar prendeu dois traficantes com quatro pistolas e dezenas de munições, além de mais de R$ 864 mil e U$ 3,8 mil, nesta terça-feira (14), em Campinas, no interior de São Paulo. Um deles, procurado pela Justiça, é considerado o braço direito de Álvaro Daniel Roberto – um dos maiores traficantes do Brasil e ligado a Juan Carlos Abadia.

Equipes do 1º Batalhão de Operações Especiais de Polícia (1º BAEP), uma das tropas de elite da PM no interior, receberam pedido de apoio da Polícia Federal para deter um homem envolvido nas operações “Athos” e “Luis XVI”, segundo o comandante do BAEP, tenente coronel Nelson Vicente Coelho.

O comandante explicou que as investigações partiram da PF em Juiz de Fora, Minas Gerais. Ao saber da localização de um dos suspeitos, agentes federais informaram os policiais militares, que intensificaram as rondas na área.

Durante a patrulha, os PMs suspeitaram de dois homens em um Jetta preto em um posto de combustíveis, na Rodovia SP 340. “Eles tentaram fugir ao ver a viatura se aproximando, mas, com ajuda do helicóptero Águia, foram detidos”, contou Coelho. O carro foi parado na Estrada Carlos Gomes, já na região de Jaguariúna. A dupla tentou ainda fugir a pé, mas foi presa.

Um deles, Ivan Aparecido Martins, chegou a apresentar documentos falsos, mas posteriormente foi identificado. Segundo o comandante, a PF confirmou que Martins faz parte da mesma quadrilha dos traficantes Álvaro Daniel Roberto (preso em 2013 e foragido desde o ano passado, após ir para o regime de prisão domiciliar, segundo o Ministério Público Federal) e Juan Carlos Abadia (preso em 2007 e extraditado para os Estados Unidos no ano seguinte). Além dele, foi detido Luiz Carlos Tijolim.

Na casa de Martins, foram encontradas balaclavas (toucas ninja), porta-carregadores de fuzis, celulares, máquinas de contar dinheiro, além de diversos outros materiais, como embalagens usadas para enterrar drogas.

Em outro apartamento, os PMs encontraram duas pistolas glock 9mm (uma delas com carregador em caracol, com capacidade para cem munições, além de outros 4 carregadores), uma pistola “five-seven” calibre 5.7×28 (munições que se assemelham às de fuzil, com dois carregadores), um revólver magnum calibre .44, além de 172 munições de 9mm, 40 munições de 5.7×28 e 31 munições de .44.

Foram encontrados ainda U$ 3.800 e R$ 864.470 mil, em espécie. Além das armas e materiais, os policiais apreenderam também o Jetta preto, uma moto BMW GS 800, um Fiat Strada e uma Mercedes ML 63 AMG. A dupla foi levada à Delegacia da Polícia Federal na região.

 

 

Assessoria SSP

Imagens: Policia Militar

Comentários

Notícias relacionadas