Caminhoneiros mantêm protestos e bloqueiam rodovias em sete Estados

Caminhoneiros fazem protestos pela redução nas tarifas de pedágio e no valor do óleo diesel

Caminhoneiros voltaram a protestar em diversas rodovias pelo País nesta terça-feira (2). Estradas no Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo, Paraná e Rio Grande do Sul foram bloqueadas. Os manifestantes pedem redução no preço dos pedágios e dos combustíveis, mudanças na legislação e mais segurança.

 Em São Paulo , manifestantes bloquearam durante a manhã desta terça-feira a Marginal do rio Pinheiros, na capital paulista, no sentido Castelo Branco. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o congestionamento na via chegou a ultrapassar os 18 km. Os manifestantes desocuparam as vias após acordo com Polícia Militar.

A rodovia Cônego Domênico Rangoni, que liga São Paulo à Baixada Santista, foi desbloqueada após 26 horas de protesto. Sem chegar em um acordo com os manifestantes, a Tropa de Choque desobstruiu a rodovia pouco antes das 10h.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) também há registro de bloqueios em trechos das BRs 277 e 373, no Paraná, e das BRs 116, 392 e 472, no Rio Grande do Sul.

Já na Bahia, as manifestações acontecem na BR-242, nos municípios de Barreira e Luiz Eduardo Magalhães, e na BR-116, em Cândido Sales.

Os bloqueios em Minas Gerais estão ocorrendo na BR-040, que liga o estado ao Rio de Janeiro, e na BR-381, a rodovia Fernão Dias, que liga o estado a São Paulo.

Segundo a PRF, na BR-040 o trânsito está interrompido em dois trechos: na altura do quilômetro km 807, no município de Matias Barbosa, no sentido Rio de Janeiro, onde apenas caminhões são proibidos de trafegar (a passagem de carros de passeio e ônibus está liberada), e no km 517, entre os municípios de Contagem e Ribeirão das Neves, onde o tráfego está totalmente interditado.

A PRF informou, ainda, que na BR-381 há registro de cinco bloqueios provocados por caminhoneiros em protesto: no km 517, em Igarapé; no km 589, em Carmópolis de Minas; no km 617, em Oliveira; e nos quilômetros 636 e 648, em Santo Antônio do Amparo.

A corporação ainda não tem estimativa dos congestionamentos causados pelos bloqueios, mas ressaltou que não houve acidentes nesta manhã em decorrência dos protestos nas rodovias de Minas.

No Rio de Janeiro, há bloqueio na BR-101 em Itaboraí, no sentido para a capital fluminense. O tráfego de veículos está sendo feito em uma faixa de rolamento da pista lateral, o que gera mais de 4 km de engarrafamento no sentido Niterói, também na região metropolitana.

No Espírito Santo, há protestos em Iconha e Rio Novo do Sul. Caminhoneiros interditam ainda a BR-262, em Viana, região metropolitana de Vitória.

Na última segunda-feira (1), os caminhoneiros ocuparam diversos trechos de 23 rodovias em nove Estados do País. Após bloqueio das rodovias Castelo Branco, Anchieta e do Rodoanel Mário Covas, o governo de São Paulo pretende cobrar indenização dos manifestantes.

Por volta das 13h, todas as rodovias citadas na reportagem continuavam bloqueadas pelos manifestantes.

*Com Agência Brasil e Agência Estado

Comentários

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta