Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Brasileiro Alex Souza vence Júri Popular do Salão de Humor de Piracicaba

Escultura Alex Souza Brasil. Crédito Flávia Silva Perez

Com 1.657 votos, a escultura de B.B. King conquistou o primeiro lugar

 

O brasileiro, natural da cidade de Sumaré Alexsander Faria de Souza ou Alex Souza como é conhecido no segmento das artes gráficas foi o vencedor do Prêmio Escultura 2021, entregue pelo Júri Popular Alceu Marozi Righetto do 48° Salão Internacional de Humor de Piracicaba. Com 1.657 votos, a escultura de B.B. King rendeu ao artista, o prêmio de R$ 5.000,00. A votação que aconteceu pelo site do Salão, contabilizou o total de 5.687 participações.

Concorreram ao prêmio, oito esculturas selecionadas para a mostra principal do Salão. “Fiz a escultura de B.B. King, que é uma grande referência na música. Ao tocar, o som que emitia parecia sair de dentro da sua alma. Na obra produzida com papel machê, pintura e tinta acrílica tentei transmitir este sentimento e estou muito feliz por conquistar essa vitória”, explica Souza.

O artista participa desde 2010 de salões de humor e coleciona vitórias, com trabalhos selecionados em vários deles. Foi premiado em 2014 e recebeu duas menções honrosas no Salão Universitário de Humor (Unimep); ficou em terceiro lugar no Salão de Humor de Guaíra em 2012 e já recebeu menção honrosa no Salão de Humor de Avaré. Em Piracicaba foi selecionado para a mostra principal, em quase todas as edições. “Sou muito grato por todos esses prêmios, mas ainda faltava realizar meu maior sonho – conquistar um prêmio no grande e cobiçado Salão Internacional de Humor de Piracicaba e agora chegou a minha vez”, disse.

Segundo o secretário da Ação Cultural, Adolpho Queiroz, um dos objetivos do Salão de Humor é servir de vitrine para artistas do mundo inteiro. “Temos visto isso acontecer através de sua realização ininterrupta que atrai pessoas de vários países, com obras que retratam reflexão, pensamento crítico”, conclui.

Neste ano, o Salão Internacional de Humor de Piracicaba conta com 308 obras de 49 países. Ao todo foram enviados 2.076 trabalhos de 349 artistas, sendo 533 cartuns, 400 charges, 313 caricaturas, 281 com o tema Saúde, 281 com o tema Jogos Olímpicos, 260 tiras e 8 esculturas.

PREMIADOS – O cartunista turco Oguz Gurel foi o vencedor do Grande Prêmio Troféu Zélio de Ouro do 48° Salão Internacional de Humor de Piracicaba. Ele também conquistou o Prêmio Cartum, com a obra Ovelha Negra.

 

A charge vencedora foi para o brasileiro Dinho Lascoski que retratou o presidente Jair Bolsonaro em momento de discurso. O melhor da caricatura foi para a Cláudia Kfouri que homenageou o cantor Belchior. Bruno Aziz conquistou o Prêmio Tiras.

 

O prêmio temático Jogos Olímpicos foi para o iraniano Ali Miraee. Já o brasileiro José Antônio Costa – Jota A, conquistou o Prêmio Saúde Unimed retratando os efeitos da pandemia.

 

Os prêmios totalizaram R$ 45 mil, distribuídos entre os vencedores das categorias charge, cartum, caricatura, tiras/histórias em quadrinhos; o Grande Prêmio – Troféu Zélio de Ouro e outros como o de Júri Popular Alceu Marozi Righetto, Câmara Municipal de Piracicaba, exclusivo para a categoria caricatura, Saúde Unimed para trabalhos com a temática Jogos Olímpicos.

VISITAÇÃO – As obras selecionadas no 48° Salão Internacional de Humor de Piracicaba podem ser conferidas presencialmente, até o dia 03 de outubro, sempre às quintas e sextas-feiras, sábados e domingos, das 10h às 17h, no Armazém 14, Parque do Engenho Central. Aqueles que desejarem podem fazer um tour 360º virtual pelo site www.salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br

O Salão deste ano reúne trabalhos de artistas de países como Argentina, Brasil, China, Cuba, Estados Unidos, Espanha, Índia, Inglaterra, Itália, México, Peru, Palestina, Romênia, Rússia, Sérvia, Tailândia, entre outros.

Os cartuns, caricaturas, charges, tiras e esculturas refletem o drama dos refugiados, autoridades políticas, vacinas, pandemia, celebridades, tecnologia, redes sociais e outros assuntos que permitem a reflexão em torno de panoramas universais.

Também no Armazém 14 está exposto o 19° Salãozinho de Humor, que reúne desenhos e esculturas produzidos por crianças e adolescentes, entre 07 e 14 anos de idade, estudantes da rede pública e privada. Ao todo, foram inscritos 980 trabalhos. Destes, 100 foram selecionados para a exposição, sendo 50 deles da categoria de 07 a 10 anos e os outros 50, de estudantes entre 11 e 14 anos.

A mostra presencial segue a flexibilização das restrições para o combate à pandemia do coronavírus, conforme decreto n.° 18.847, e atende a todos os protocolos sanitários necessários, como o controle de acesso, uso de álcool em gel, máscara e faixas com orientação para o distanciamento social.

O evento é realizado pela Prefeitura de Piracicaba, Secretaria Municipal da Ação Cultural e Cedhu – Centro Nacional de Documentação, Pesquisa e Divulgação do Humor Gráfico de Piracicaba.