Brasil celebra o Dia Nacional da Astronomia

Os discípulos de Urânia, a Musa da Astronomia, estarão festejando nesta terça-feira, 2 de dezembro, o Dia Nacional da Astronomia. Ele foi instituído após o 2º Encontro de Astronomia do Nordeste celebrado de 30 de junho a 3 de julho de 1978 em Recife/PE, quando os astrônomos presentes aprovaram por unanimidade o título de “Patrono da Astronomia Brasileira” a D. Pedro II (1825-1891).

 

Foram muitas as razões da escolha do nome de D. Pedro II. Além  de astrônomo amador, modernizou o Imperial Observatório criado por seu pai, D. Pedro I,  pelo decreto de 15/10/1827 e contratou astrônomos europeus de renome para aqui trabalhar.

 

Membro da Sociedade Astronômica da França e sócio honorário da Academia de Ciências de Paris desde 1877. D. Pedro II construiu um observatório particular no telhado do Palácio de São Cristóvão, hoje Museu Nacional. No local recebia alunos para aprender a observar o céu e usar os instrumentos.

 

Observou do seu observatório o eclipse do Sol de 1857. Doou vários instrumentos ao Imperial Observatório, dentre eles a luneta astrográfica, que deveria ser usada no programa da Carta do Céu. Os trabalhos do Imperial Observatório passaram a ser reconhecidos e admirados internacionalmente. Em 1890, já no exílio, D. Pedro II foi homenageado com o nome do asteróide Brasilia, de número 293, descoberto em Nice pelo astrônomo A. Charlois (1864-1910).

 

Faltava, contudo, ao Imperial Observatório, atual Observatório Nacional do Rio de Janeiro, um grande telescópio e ele foi encomendado por D. Pedro II na Inglaterra. Contudo, o navio que transportou o instrumento chegou ao Rio justamente na ocasião da Proclamação da República e os republicanos não perderam tempo: mandaram o telescópio de volta! Para a Astronomia era o início da idade das trevas que culminaria em 1930 com a extinção da Cosmografia dos bancos escolares, pelo então Ministro da Educação, Francisco Luiz da Silva Campos.

 

Somente na década de 60 com a criação do primeiro curso de formação em Astronomia pela UFRJ, foi importados instrumentos e planetários pelo governo militar. Em 1980 foi implantado o Laboratório Nacional de Astrofísica em Brasópolis, MG. Recentemente com mais um curso de formação em Astronomia pela USP, podemos dizer que estamos no caminho certo.

 

Cumpre ressaltar que pós-graduação e doutorado em Astronomia é realizado por várias universidades, pelo Observatório Nacional e pelo IAG-USP. Por outro lado, a criação de Observatórios Municipais, Observatórios em colégios, Planetários, Clubes de Astronomia e a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, OBAA, está desenhando um novo perfil para a Astronomia nacional.

 

EM AMERICANA

Próximo de completar 30 anos de existência, o OMA passa pelo que talvez seja seu momento mais difícil. Sem jamais ter recebido serviços de manutenção e/ou reformas, as já comprometidas instalações foram ainda mais avariadas pelo incêndio ocorrido dia 08 de Outubro, que consumiu completamente a biblioteca onde estavam arquivados alguns dos trabalhos mais importantes da Astronomia brasileira, bem como alguns instrumentos ópticos. Apesar das chamas terem se concentrado apenas na biblioteca, o intenso calor afetou todas as demais salas do prédio, exceto a cúpula, no pavimento superior do Observatório, que foi reformada recentemente mediante ajuda voluntária.

 

A esperança é que, no ano em que é comemorado o trigésimo aniversário do OMA (Observatório Municipal de Americana), o segundo a ser instalado por uma administração pública no Brasil, o local passe por uma reforma completa, e que retome o atendimento escolar, interrompido em 2007 em virtude das infiltrações na sala de aula.

 

As visitas públicas continuam a ocorrer todas as Sextas-feiras, das 19:00 às 22:00hs, em área adjacente ao prédio do OMA

 

De 19 de Dezembro a 16 de Janeiro, o OMA estará fechado à visitação pública para manutenção dos equipamentos ópticos.

 

Maiores informações podem ser adquiridas pelo telefone (19) 3407.2985.

 

 

Autor: Carlos H. A. Andrade (Observatório Municipal de Americana)

Contato do autor: (19) 99156.0632

Comentários

Notícias relacionadas