São Paulo vence, mas perde nos pênaltis e está fora da Copa Sul-Americana

Tentando uma vaga na final da Copa Sul-Americana, o São Paulo recebeu o Nacional de Medellín (COL) pela segunda partida das semifinais nesta quarta-feira (26), venceu a partida no tempo normal por 1 a 0 mas acabou derrotado nos pênaltis por 4 a 1 e eliminado da competição.

O jogo começou com os dois times tentando tocar a bola e brigando por espaço em campo. A primeira boa chance de gol da partida aconteceu aos 17 minutos, no chute de Luís Fabiano, defendido pelo goleiro do Nacional.

O São Paulo mostrava mais pressão durante a primeira etapa, mas a melhor chance de gol nos 45 minutos iniciais foi do time colombiano, na jogada de Ruiz para Cardona, que ficou cara a cara com Rogério Ceni, tentou o chute, mas o goleiro são-paulino ficou com a bola.

No começo do segundo tempo, o São Paulo voltou pressionando e aos sete minutos, Michel Bastos recebeu bola lançada por Ganso e ficou de frente para o gol, mas finalizou em cima do goleiro Armani.

Ganso, no minuto seguinte, abriu o placar para o São Paulo no Morumbi em cobrança de falta que passou pela área e ninguém do São Paulo, nem do Nacional desviou antes de ir às redes colombianas.

O time da casa foi atrás do segundo gol e tinha mais posse de bola. Aos 24, Michel Bastos foi lançado na direita da grande área, com o goleiro fora do gol e tentou o cruzamento que Kaká desviou na trave. Depois, Luís Fabiano recebeu cruzamento na área e bateu, mas a bola acertou novamente a trave.

O São Paulo continuou pressionando em busca do gol e conseguia chances para arriscar contra a meta do Nacional, mas não conseguiu encaixar suas jogadas e o jogo acabou indo para os pênaltis.

Nos pênaltis, o Nacional venceu por 4 a 1 e conseguiu sua classificação para as finais da Copa Sul-Americana.

O Nacional de Medellín enfrentará na final o vencedor do duelo argentino entre Boca Juniors e River Plate.

FPF

Comentários

Notícias relacionadas