Bairros ganham reforço na distribuição da água

Com a instalação da adutora de água tratada, para o novo loteamento fechado Residencial MacKnight, localizado na Estrada do Barreirinho, finalizada há um mês, os bairros adjacentes, Jd. Rosimary, Eldorado, Santo Antônio, Chácaras São Carlos, Jd. Belo Horizonte e parte alta do Sartori, cerca de 1.500 moradores, passaram a contar com um aumento na pressão da água na rede distribuidora de 42 mca (metros de coluna d’água), que antes era de 10 mca. Com investimentos na ordem de R$ 478 mil, o atual governo municipal atendeu a uma reivindicação antiga dos moradores.

1A melhoria foi possível através de negociações da administração com a loteadora do novo residencial. Engenheiros e técnicos do DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Santa Bárbara d’Oeste, sentindo a necessidade de melhorias no abastecimento destes bairros, viabilizaram o projeto interligando o novo sistema nas redes existentes desta microrregião. O investimento é parte da compra de 6.100 metros de tubos de PEAD (Polietileno de Alta Densidade) adquiridos pelo DAE, em julho do ano passado. Em contrapartida, a loteadora bancou os custos com a empresa especializada na mão de obra, contratada pela autarquia.

A adutora tem 1.300 metros de extensão, com tubos de PEAD de 250 milímetros de diâmetro, do trecho do novo loteamento até o reservatório semienterrado do Jd. São Francisco. Além do aumento na pressão da água, a região beneficiada passa a ser abastecida por gravidade, ou seja, na falta de energia elétrica no sistema de bombeamento, os bairros não irão sofrer com a falta d’água.

Os moradores Antonio N. Alves e André G. Castilhon, do Bairro Rosemary, ficaram satisfeitos com a melhoria. “A pressão da água melhorou muito, antes era um sacrifício usar a água no período da tarde, agora temos o suficiente”, disse Antonio, que reside há 30 anos no bairro. “Todo dia, a partir das 7h da manhã, a água era fraca, só voltava ao normal depois das 8h da noite, agora está ótimo”, afirmou André, há 9 anos no bairro. A alteração atende os limites prefixados à norma NBR 12218, que especifica o “Projeto de rede de distribuição de água para abastecimento público”.

 

DAE/Assessoria de Imprensa

Comentários

Notícias relacionadas