Americana vai ter Centro de Atendimento Veterinário

O prefeito de Americana Paulo Sérgio Vieira Neves, o Paulo Chocolate, entregou na tarde desta quinta-feira (18) o Centro de Atendimento Veterinário. Localizado no antigo prédio da Ciretran (na Rua Hermes Fontes, 95, Vila Amorim), o Centro vai ser destinado ao atendimento de cães, gatos e outros animais de pequeno porte. O secretário de Saúde, Dr. Wagner Tegon, foi representado pelo secretário adjunto, Marcelo Ferraz.

“Agradeço a Deus por essa oportunidade. Cumprimos com a promessa de fazer o Centro. Hoje estamos dando o popntapé inicial. Temos que cuidar dos nossos animais. Neste pronto-socorro eles vão ter tratamento digno. As famílias que ganham até três salários mínimos poderão trazer seus animais para atendimento”, disse Paulo Chocolate.

O relaçaões públicas da APAASFA – Associação Protetora dos Animais de Americana “São Francisco de Assis”, Antonio Edson Urbano, agradeceu o prefeito Paulo Chocolate pela entrega do espaço e disse que “cabe aos munícipes cobrarem as autoridades para dar sequência ao projeto”.

No local, serão realizados procedimentos como castrações, vacinações, partos e atendimentos clínicos e cirúrgicos. Poderão ser atendidos no local, os cães e gatos cujos proprietários têm renda familiar igual ou inferior a três salários mínimos, que estejam cadastrados no sistema do Centro e que residam em Americana.

Para o funcionamento da unidade de saúde destinada aos cães e gatos, a Prefeitura de Americana poderá firmar convênio com organizações não governamentais e instituições de ensino de medicina veterinária como também realizar ações educativas sobre saúde animal e posse responsável.

O Centro contará também com Protetores Voluntários dos Animais que auxiliarão no serviço. Eles receberão carteira de identificação, terão livre acesso ao Centro de Atendimento aos Animais e poderão encaminhar os animais eventualmente encontrados soltos nas vias e logradouros públicos para atendimento e recolhimento.

O imóvel municipal poderá acolher também o Programa Municipal de Controle da Dengue (PMCD) e o Programa de Vigilância e Controle de Carrapatos e Escorpiões (PVCCE).

Atualmente, o PMCD e PVCCE atendem em dois imóveis alugados na região central da cidade. A mudança de local pode gerar uma economia de mais de R$ 7.000,00 por mês para a Prefeitura de Americana.

 

Fotos: Marilia Pierre

Comentários

Notícias relacionadas