Americana poderá ser a primeira cidade do Brasil a usar o Sistema Nacional de Cadastro Habitacional


A Prefeitura de Americana participou em Brasília, da apresentação do novo Sistema Nacional de Cadastro Habitacional, que será obrigatório em todo o país para gerenciar o programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV). O município foi representado pelo arquiteto da Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano (SHDU), que também é membro do Conselho Nacional das Cidades, Marco Antonio Alves Jorge, o Kim.

No evento, a atual Ministra das Cidades, Inês Magalhães, juntamente com sua equipe, se reuniu com o Kim para pactuar a possibilidade de Americana ser a primeira cidade do Brasil a implantar o Sistema Nacional com a inclusão do cadastro municipal e sorteio/seleção dos inscritos, através da nova ferramenta, para os conjuntos Vida Nova I e II, em construção na região da Praia Azul.

“A equipe do Ministério nos alertou sobre as exigências previstas na nova portaria do programa (MCMV) e colocou à disposição de Americana o novo sistema, moderno, transparente e passível de auditorias por todas as esferas de controle”, explicou Kim.

Para realizar o sorteio da demanda no novo sistema, a Prefeitura de Americana deverá convocar todos os inscritos para complementar as informações que não estavam previstas no sistema local. “Com as novas informações lançadas em nosso sistema, os dados serão enviados à matriz da Caixa em Brasília, que fará o povoamento do Sistema Nacional para a realização do sorteio de seleção das famílias respeitando todas as regras e os critérios nacionais e municipais”, complementou o arquiteto e conselheiro.

REPROGRAMAÇÃO DO SORTEIO

Com a criação do novo Sistema Nacional de Cadastro Habitacional a Caixa Econômica Federal, juntamente com a Prefeitura de Americana, farão a reprogramação da data do sorteio de seleção dos inscritos, que estava prevista para o dia 08 de maio, próximo domingo, na Câmara Municipal de Americana e com transmissão ao vivo através da Internet.

Segundo o secretário da pasta Charley Petter Cornachione, as equipes da Prefeitura de Americana que estão envolvidas na atualização dos dados cadastrais dos inscritos e ajustes no sistema local, estão trabalhando para que a nova data seja ainda dentro do primeiro semestre de 2016.

“Existe uma grande expectativa por parte dos inscritos de Americana na realização da seleção das famílias, por isso, dedicaremos atenção especial na realização de todos os ajustes necessários para concluir essa etapa do processo o mais rápido possível”, relatou.

SIMULAÇÃO

A Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano de Americana, com a participação do Conselho Municipal de Habitação, dos fiscais representantes dos inscritos e de técnicos da Prefeitura, realizaram no dia 18 de abril, simulado do sorteio de seleção das famílias seguindo a metodologia e ferramentas anteriormente previstas.

A conclusão dos trabalhos foi que seriam necessárias aproximadamente 17 horas de trabalho para inserção de todos os nomes nas urnas e mais 22 horas para o sorteio de quatro mil famílias, que seriam 896 titulares e os demais suplentes, conforme orientações da Caixa Econômica Federal.

Com o resultado da simulação, o Conselho Municipal decidiu acatar a metodologia do Sistema Nacional de Cadastro Habitacional por sua agilidade e segurança.

 

 

Unidade de Imprensa

Comentários

Notícias relacionadas