AMA aborda doação de órgãos em palestra

A AMA (Associação Médica de Americana) realizou, no dia 11 de maio, uma palestra intitulada “Dilemas da Morte Encefálica e Processo de Doação de Órgãos”, que foi ministrada pelo médico neurologista e intensivista da Unicamp (Universidade de Campinas), Luiz Antônio da Costa Sardinha.

Aproximadamente 60 pessoas, entre médicos, enfermeiros, assistentes sociais e profissionais de outras áreas da saúde, dos setores público e privado, estiveram presentes. O secretário de Saúde e Americana, Gleberson Miano, participou como convidado especial.

A palestra teve como objetivo difundir os conhecimentos aos participantes sobre os processos em torno da morte considerada iminente, aquela decorrida por doença terminal ou acidente de qualquer natureza, cujos indivíduos tenham se declarado doadores de órgãos em vida, ou a situação em que a família do paciente manifesta o desejo pela doação, após a declaração do óbito.

O evento foi idealizado e organizado pelo presidente da AMA, o médico neuropediatra,

Romar William Cullen Dellapiazza. O tema serviu para esclarecer muitas dúvidas sobre as questões de ordem legal, social, médica e logística, que envolvem a doação e captação de órgãos, colaborando assim para melhorar esses serviços no município.

Comentários

Notícias relacionadas