Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Afinal, gestantes podem ou não fazer extensão de cílios?

Especialistas alertam os cuidados para a realização do procedimento sem riscos 

A mulher sente a necessidade de se cuidar durante todas as fases da vida, porém é comum que na gravidez se intensifique, já que durante a gestação ela pode ficar mais sensível e com medo das mudanças, como aumento de peso, estrias, hiperpigmentações e até aparecimento de pelos.

Segundo a ginecologista Dra. Fernanda Rosa Delli Paoli, qualquer procedimento que venha melhorar a autoestima da gestante é válido, mas alguns cuidados são necessários para que não causem prejuízos para a mamãe e o bebê.

A extensão de cílios é uma técnica estética que trouxe muita praticidade para as mulheres, e também vem fazendo muito sucesso com as futuras mamães. “Atendemos muitas gestantes, mas aqui no meu estúdio a partir do oitavo mês não realizamos mais o procedimento, pois o volume da barriga aumenta, e como ela deve ficar deitada entre 1h30 a 2h00, pode apertar e pressionar a veia cava e fazer que tenha interrupção no fluxo de oxigênio para o bebê”, conta Thaís Giraldelli, proprietária da Lash House, referência em extensão de cílios e micropigmentação.

Thaís reforça que antes da realização do procedimento, o ideal é que elas sempre perguntem para o ginecologista ou obstetra que as acompanham, e informem se tem algum histórico de alergia. “A extensão de cílios não é contraindicada na gestação, porém alguns cuidados devem ser observados. Os materiais sintéticos não devem ser aplicados quando existe risco de parto já que seu uso é contraindicado durante o procedimento cirúrgico (existe o risco de condução elétrica podendo causar queimaduras). A gestante também tem maior facilidade de apresentar alergia que pode ser causada pelo material dos cílios ou mesmo a cola utilizada”, esclarece a ginecologista.

Outra questão é o risco de infecção caso a mulher não cuide adequadamente da extensão. Portanto, o ideal é que a gestante que opte pela extensão tenha rigoroso cuidado com a higiene e evite utilizá-los no terceiro trimestre gestacional e de preferência para materiais não sintéticos.

“O que sempre recomendo é não usar rímel, higienizar os cílios com shampoo infantil neutro e água fria diariamente, pentear eles, evitar usar muita maquiagem, como sombra, glitter, delineador ao redor dos olhos, e não encostar base e protetor solar nos cílios”, ensina Thaís Giraldelli.

Fontes:

Thaís Giraldelli, proprietária da Lash House, referência em extensão de cílios e micropigmentação

Dra. Fernanda Rosa Delli Paoli, ginecologista

CRM 125089