SB24Horas

Notícias na hora certa!

4 Dicas para ter um bom score financeiro

Ter um bom score é o sonho de muita gente, ele é um dos indicadores que as instituições financeiras analisam antes de conceder créditos a seus clientes. Embora não seja o único, é o mais popular, e possui uma grande importância.

Por este motivo é muito comum vermos pessoas buscando meios de melhorar o seu score, pois, é através dele que existe a possibilidade de ter acesso a empréstimos melhores e maiores.

Com a situação atual do país, nem todos possuem as condições de manter o score com bons números, principalmente nas parcelas mais carentes da população.

Todas as pessoas possuem esta pontuação vinculada ao seu CPF, e nele é contabilizado não só a vida financeira mas tudo o que a pessoa compra, aluga, paga no prazo, ou não.

O que é score por CPF

Para podermos prosseguir para parte das estratégias que são eficazes em melhorar a sua pontuação, é preciso antes compreender o que é e como funcionam os scores.

Em sua tradução literal, a palavra score, vem do inglês e significa ponto, quando falamos em score de crédito ou pontuação, estamos nos referindo aos dados que o sistema financeiro do país possui sobre você.

É muito utilizado e é investigado  por instituições financeiras, como bancos, seguradoras e empresas de créditos.

Isso acontece, pois, os principais serviços destas instituições é justamente o empréstimo de dinheiro, sendo assim, a empresa busca pelo score antes de aprovar ou não um pedido de cliente, de modo que tenha uma noção da qualidade e o histórico da pessoa, se é ou não bom pagador.

Todas essas informações ficam armazenadas pelo Serasa, ou seja, estão seguros, não há com o que se preocupar, e só são acessadas pelas instituições após a sua aprovação.

Como funciona a pontuação dos scores

Dentre os birôs de crédito do Brasil, o que é mais utilizado é o do Serasa, seja pelas menores empresas, ou até mesmo pelas mais populares de concessão de créditos e empréstimos como a Vicoa Brasil.

Por mais que existam outros, o principal e motivo de maior preocupação é este.

A pontuação é dividida em quatro categorias diferentes que são representadas por cores, da seguinte maneira:

  • 0 a 300 pontos (vermelho): risco alto de inadimplência;
  • 300 a 600 pontos (laranja): risco médio de inadimplência;
  • 600 a 800 (amarelo): risco intermediário de inadimplência;
  • 800 a 1000 (verde): risco baixo de inadimplência;

Com base nisso, as melhores categorias são as verde e amarelo, porém, uma pontuação a partir de 600 já é excelente, já é o suficiente para mostrar a instituição que você é um bom cliente e possui o costume de pagar sempre pelo o que deve.

Por outro lado, uma pontuação ruim é considerada entre 0 e 300 pontos, pois possui um alto risco de inadimplência. Se você se encontra nesta porção e solicitar um dos serviços de uma instituição, as chances de ser negado são muito altas, e caso seja aprovada você vai sofrer com taxas de juros muito altas, que não condizem com o valor.

Para melhorar a suas taxas, é preciso antes de tudo, compreender a fundo como funciona a avaliação de escore, por isso, separamos também, quais são os critérios e quesitos analisados para que a sua pontuação seja definida.

  • Veracidade e atualização dos dados pessoais na plataforma;
  • Histórico de pagamento de dívidas dentro ou fora do prazo;
  • Quantidade de dívidas, pendências e problemas financeiros  por pessoa;
  • Quantidade e tamanho das movimentações financeiras em seu nome;
  • Modo de uso dos cartões de crédito, se chega ou não no limite, se respeita ou demora a pagar;
  • Número de solicitações (cartões, créditos de empréstimo e financiamentos);
  • Como e com que frequência utiliza os serviços financeiros;
  • Se a data de pagamento das contas correspondem ao acordo ou não.

Livre- se de sua dívidas

Para começar o processo para melhorar a sua pontuação, deve ir primeiro à raiz do problema, o serasa compreende que todos estão sujeitos a acumular contas e passivos, principalmente em situações extremas como crises e pandemias.

Por isso, é mais importante o seu esforço para pôr fim às dívidas. 

Para melhorar o score o primeiro passo é pagar tudo o que deve.

Faça compras básicas no crédito

Por mais que possa parecer contraditório, uma das melhores estratégias para melhorar o seu score é fazer compras utilizando um cartão de crédito.

Isso acontece, pois, pagamentos no débito e em dinheiro vivo, não é contabilizado pelo score, ao optar pelo crédito, você vai estar sempre visível para as instituições e principalmente, pagando as parcelas em dia, a sua pontuação vai subir ainda mais.

Atualize seus dados

Uma das coisas mais importantes para as instituições são os seus dados, a empresa que vai te emprestar dinheiro, deseja saber quem é você, onde mora, com o que trabalha, o máximo de informações possível para protegê-la de golpes.

Por isso, esteja sempre de olho em seus dados nas plataformas.