Zoo Americana registra nascimento de macaco-prego, espécie ameaçada de extinção

Ameaçada de extinção, a espécie macaco-prego-de-peito-amarelo ganhou mais um morador no Zoo Americana – Parque Ecológico “Cid Almeida Franco”, no mês de janeiro. O nascimento do animal foi registrado no dia 14 de janeiro e ele já pode ser vista na ilha dos macacos, logo na entrada do parque.

DSC_4398

A espécie mede em torno de 50 centímetros e mais 50 de calda, seu peso gira em torno de 4,8 a 5 quilos. Sua alimentação é feita de frutos, brotos, ovos, folhas, sementes, insetos, pequenos répteis e pequenos vertebrados.

 

São macacos bastante inteligentes e até utilizam ferramentas para conseguir alimentos. Vivem em bandos no alto das árvores e descem pouco ao chão, a não ser para conseguir comida ou água.

 

O Brasil é o país com a maior quantidade de espécies de primatas, cerca de 70. A espécie é a mais ameaçada de extinção entre as 12 espécies de macacos-pregos que existem no mundo.

 

O mamífero é silvestre, seu período de gestação dura 180 dias e come, diariamente, uma média de 700 gramas. o Brasil é seu país de origem, com maior predominância na Mata Atlântica. Sua longevidade chega a 40 anos.

 

O Zoo Americana possui hoje 16 animais da espécie, sendo um filhote. Outras informações, www.parque.americana.gov.br.

 

DSC_4468

 

Fotos: Bruno Carrenho/Prefeitura de Americana

 

 

Unidade de Imprensa

Comentários

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta