fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Esportes

Vôlei Renata reforça segurança da pré-temporada com exames médicos

O Vôlei Renata voltou a treinar no Ginásio do Taquaral, em Campinas, na última segunda-feira. Antes de chegar nesta etapa da pré-temporada, porém, o time campineiro encarou uma série de exames e testes para garantir a preparação para todos os desafios da temporada 2020/2021. Os comandados do técnico Horacio Dileo estão em atividade desde o último dia 15, com treinamentos individuais remotos, análises médicas e monitoramento diário, conforme prevê o protocolo de prevenção para o novo coronavírus (covid-19) feito pelo departamento médico da equipe.

“Antes de voltar ao Taquaral, o time vem sendo monitorado há quase um mês. Essa série de cuidados no início do processo de pré-temporada foi determinante para que a volta ao ginásio fosse segura. Começamos com a montagem de um protocolo baseado nas orientações gerais da OMS (Organização Mundial da Saúde), do COI e COB (Comitês Olímpico Internacional e Comitê Olímpico Brasileiro) e da CBV (Confederação Brasileira de Voleibol), além da pesquisa nas orientações gerais de outros esportes e seguimos à risca. Desta forma, a partir dos dados colhidos nas testagens e com o auxílio de um grupo de infectologistas, conseguimos assegurar todas as garantias necessárias para a retomada. Seguimos com cuidado redobrado, cuidando da saúde de todos os envolvidos no projeto”, explica o Marcelo Krunfli, um dos médicos do Vôlei Renata.

O primeiro passo para a retomada das atividade aconteceu ainda em julho. A reapresentação teve exames feitos pelo Laboratório Baccili. Os jogadores colheram sangue para realizar testes sorológicos do novo coronavírus (covid-19), assim como todos os funcionários do time campineiros, e passaram por outras análises de rotina. Em meio a isto, o elenco iniciou os trabalhos físicos de forma individualizada e remota com o preparador físico Giovani Foppa.
Ainda durante a pré-temporada, os jogadores passaram por avaliações cardiológicas e de função pulmonar, de maneira individual, respeitando os protocolos médicos do time campineiro. Os exames foram coordenados pelos cardiologistas Doutor Marcos Bianchini e Doutor Fernando Bianchini, da Cardiofit, no Instituto Mood.

“Pelo final precoce da Superliga 19/20, uma preocupação que tínhamos era com as perdas que esse período de inatividade gerado pela pandemia poderia causar e como deveríamos proceder para a retomada dos treinamentos. Por isso, é importante fazer essa avaliação precoce de todos os atletas, tanto do ponto de vista laboratorial como cardipulmonar e musculoesquelético. A partir dos resultados, colocamos em prática a preparação individualizada de cada atleta e do grupo de uma maneira coletiva posteriormente”, acrescentar o doutor Krunfli.

“O processo de exames de começo de temporada é recorrente do departamento médico do Vôlei Renata. Nesta temporada, porém, existem alguns aspectos mais delicados por conta da pandemia, mas junto com o DM e os protocolos rígidos dos nossos parceiros cumprimos esta etapa. É uma parte fundamental da pré-temporada, pois a partir disso a comissão técnica pode traçar o planejamento com segurança e ter todos os atletas à disposição neste início, o que é indispensável para a construção da equipe”, completa o  embaixador Maurício Lima.

O departamento médico Vôlei Renata, compostos pelos doutores Marcelo Krunfli e Marcio Régis e dos fisioterapeutas Márcio Saraiva e Samuel Mamprin, desenvolveu um protocolo de retorno às atividades presenciais que foi aprovado pelas instituições sanitárias da Prefeitura de Campinas.

 

Fotos divulgação

Comentários