Esportes RMC 

Vôlei Renata joga bem, bate Caramuru e se recupera na Superliga

O Vôlei Renata foi buscar mais uma vitória jogando diante sua torcida. Na noite desta quarta-feira (12), os comandados do técnico Horácio Dileo derrotaram Caramuru Vôlei/Ponta Grossa, por 3 a 0 (25/21; 25/21 e 25/15), no Ginásio do Taquaral, em Campinas, em jogo válido pela nona rodada da Superliga Masculina. O central Vini foi eleito o melhor em quadra e faturou o troféu Viva/Vôlei. Com a quinta vitória em nove jogos, o Vôlei Renata chegou aos 14 pontos, firme entre os oito primeiros colocados. O time campineiro volta às quadras contra o Corinthians/Guarulhos, no próximo sábado (15), às 17 horas, no Ginásio da Ponte Grande, na Grande São Paulo. O duelo terá transmissão da TV Gazeta. “Era um jogo que a gente tinha a necessidade de vencer, então impusemos nosso ritmo e fomos buscar a vitória. Sabíamos que Caramuru viria para cá sem pressão, então nos mantivemos focados durante toda a partida e cumprimos bem a parte tática”, comentou o técnico Horácio Dileo. O JOGO – O Vôlei Renata começou a construir a vitória no primeiro set na passagem do oposto Daniel pelo saque. O camisa 12 engatou boa sequência no início, com direito a ace, e os campineiros abriram vantagem (6 a 2). Na frente do marcador, o time da casa não deixou o ritmo cair e seguiu aumentando a diferença em contra-ataques (15 a 10). Após série de bloqueios de Michel e González, os donos da casa ficaram na boa para fechar a parcial (22 a 15). Em ataque de Dani, a equipe de Campinas fez 25 a 21 e abriu 1 a 0. No segundo set, o time campineiro manteve a mesma pegada e logo abriu diferença em grande passagem de Dani pelo saque (8 a 4). Com sistema defensivo afiado, o Vôlei Renata criou oportunidades de contra-ataque aproveitadas por Vaccari e Luizinho (12 a 7). Administrando bem a vantagem, os campineiros não tiveram problemas para abrir 2 a 0, fazendo 25 a 21 em cortada de Luizinho. No terceiro set, o time visitante foi para o tudo ou nada e colocou o time campineiro em dificuldade no começo da parcial. Mesmo assim, após ace de Vini, que veio do banco de reservas, o Vôlei Renata foi buscar a igualdade (8 a 8). Empolgado pela vibração do central, os donos da casa aumentaram a intensidade. Usando a velocidade de Luizinho e Temponi, a equipe de Campinas logo passou na frente (16 a 11). Aproveitando a sequência de erros do adversário, os comandados do técnico Horácio Dileo não tiveram problemas para fazer 25 a 15 e fechar o jogo em 3 a 0.

 

Fotos: Marcos Ribolli/ Vôlei Renata

Comentários

Leia também...