Virada Cultural terá projetos Virando Criança e Virando Arte em Santa Bárbara d’Oeste

Muitas são as inovações e novidades na edição 2017 da Virada Cultural Paulista em 2017. A intervenção “Virando Criança” e a tenda “Virando Arte” prometem ser sucesso entre os espectadores. Outra novidade é o trenzinho que levará o público entre os espaços culturais do evento e de graça. A alimentação também integra as 24 horas de atrações.

 

A intervenção “Virando Criança” nasceu de um vídeo viral na internet. No vídeo, um grupo de amigos desenhou uma amarelinha em uma calçada. A ação desencadeou uma feliz brincadeira: diversos pedestres, ao passarem pelo local, “pularam amarelinha”.

 

A ação serviu como inspiração e será adotada na Virada Cultural pelo artista e graffiteiro, Vozinho. No sábado (20), no Centro Social Urbano, ele contemplará o público com sua arte em forma de “amarelinha”, por meio de traços elaborados, estilo “graffiti bomb” – técnica rápida e apropriada de letras gordas.

 

Já a tenda “Virando Arte” receberá duas atrações diferentes: no sábado (20), no CSU, durante os intervalos de cada show, o público prestigiará a “batalha de rimas” com artistas barbarenses. A intervenção contará com DJ, rappers e bboys improvisando com o público.

 

No domingo (21), no mesmo local, a tenda Virando Arte receberá a artista plástica Elisabete Padovezi com a oficina Arte na Lata. A ação terá início no sábado, quando o público fará o descarte consciente dos produtos consumidos na Virada em lixeiras próximas à tenda. No dia seguinte o material será higienizado e transformado em arte sob os cuidados da artista plástica. Elisabete ensinará técnicas para transformar latinhas de refrigerante e cerveja em objetos de decoração e bijuterias. A oficina tem a função de apresentar o ciclo do lixo: a transformação de um produto descartável em arte e economia criativa.

 

TRANSPORTE

O trenzinho transportará gratuitamente o público durante a Virada, interligando os pontos com atrações, no sábado e domingo. Já o transporte adaptado atenderá as pessoas com deficiência que solicitarem o veículo durante o evento, funcionando das 19 horas do sábado (20) até 4 horas do domingo (21). O telefone para agendamento do transporte adaptado é o (19) 3499-1782.

 

ALIMENTAÇÃO

 

Haverá praça de alimentação no CSU (Centro Social Urbano) e feira do pastel, na Estação Cultural, além de praça de alimentação no Museu e Biblioteca. A Praça de Alimentação do CSU (Centro Social Urbano) contará com cardápio diversificado e bebidas em geral exploradas pelas entidades Associação Vida e Sobriedade, Amev (Associação Assistencial para Melhoria de Vida), Rotary Club Santa Bárbara, Rotary Club Progresso, Grupo Escoteiro Uirapuru, Pastoral da Criança e Fundo Social de Solidariedade.

 

O restaurante e a praça de alimentação da Estação Cultural funcionarão durante a madrugada. Uma novidade: o “dinheiro/ticket” comprado nos caixas da Virada valerão em qualquer um dos pontos com praça de alimentação explorada pelo Fundo Social de Solidariedade (Centro Social Urbano e Estação Cultural e Biblioteca Central). Todos os pontos aceitarão dinheiro e cartão de crédito e débito.

 

SEGURANÇA

 

O esquema de segurança contará com o apoio da Polícia Militar, da Guarda Civil Municipal e da Defesa Civil, além de seguranças e brigadistas particulares. No CSU será proibida a entrada de qualquer tipo de bebida, recipientes (copos, garrafas e latinhas) e isopor, além de materiais cortantes e substâncias ilícitas. Além disso, não será permitida a presença de ambulantes no raio de 100m. A fiscalização será realizada pelos colaboradores da Prefeitura.

 

INTERDIÇÃO

No Teatro Municipal “Manoel Lyra”, a Rua João XXIII estará interditada durante os eventos programados da Virada. A rota de desvio será na Rua Graça Martins para chegar até a Avenida Tiradentes. Já na Estação Cultural, a Avenida Tiradentes estará interditada no trecho que compreende a Rua Dona Margarida, de sábado, às 14 horas, até o domingo, às 18 horas. Para a Virada no Museu e Biblioteca Central, a Rua João Lino será interditada entre as ruas Santa Bárbara e Dona Margarida, no domingo, das 7 às 13 horas.

 

EVENTO

 

Durante 24 horas ininterruptas, o público prestigiará, nos dias 20 e 21 de maio, 50 atrações de diversas expressões artísticas em cinco pontos da cidade: CSU (Centro Social Urbano), Teatro Municipal Manoel Lyra, Biblioteca Pública Municipal “Maria Aparecida de Almeida Nogueira” (Centro), Museu da Imigração e Estação Cultural.

 

A Virada Cultural Paulista é uma realização do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, em parceria com a Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste, com apoio do Ministério da Cultura, por meio do Fundo Nacional de Cultura e da Lei Rouanet, SESC-SP, Risadaria e Fundação Romi. O evento é produzido pela APAA – Associação Paulista dos Amigos da Arte.

 

Comentários

Notícias relacionadas