Virada Cultural em S.Bárbara é preparada para receber famílias

Os preparativos para a Virada Cultural Paulista em Santa Bárbara d’Oeste estão na reta final. Mais uma vez a Prefeitura prepara um forte esquema de segurança para garantir um evento seguro e organizado. Serão cinco pontos com atividades ininterruptas para as famílias barbarenses. Neste sábado (20) e domingo (21) a cidade vai respirar a Virada com Lenine, A Banda Mais Bonita da Cidade, Rael e Marina Lima e mais 50 atrações de diversas expressões artísticas durante 24 horas.

 

Um dos pontos para os pais levarem a criançada é o Museu da Imigração e Biblioteca Central na manhã do domingo (21). Esse trecho da Rua João Lino que abriga ambos os espaços culturais é interditado. As crianças podem circular tranquilamente e prestigiar diversas experiências com contação de histórias, oficinas de artesanato e desenho, circo, teatro, boa música e pintura facial. A programação simultânea inicia às 9 e segue até 13 horas aproximadamente.

 

Além do Museu e Biblioteca, a Virada acontecerá no Centro Social Urbano, Estação Cultural e Teatro Municipal “Manoel Lyra”. No Teatro é necessário retirar ingressos gratuitos para as atrações 1 hora antes dos quatro espetáculos internos. Serão disponibilizados para o sábado (20): 1 ingresso por pessoa para Abertura oficial com “Os Boêmios de Adoniran” (Cia. de Teatro Interiorando), 1 ingresso para “Inverso” (Cia Eos) e 1 ingresso para o espetáculo de humor “Eu, Tu, Voz, Eles” (Rodrigo Cáceres) e também no domingo (21): 1 ingresso para a “Mostra de Dança” que engloba “Uma Noite de Tango” (Cia. Tango & Paixão), “Núcleo Artístico Corpus” e apresentação das academias e escolas de dança da cidade.

 

Apenas dois espetáculos de humor possuem classificação 14 anos: o “Clube de Mulheres” (15h30), no Centro Social Urbano, e “Eu, Tu, Voz, Eles” (00h30), no Teatro Municipal “Manoel Lyra”. O restante conta com classificação livre.

 

Novidade – A Feira de Artesanato terá uma edição na Virada no pátio do Museu. Com muitos trabalhos novos e feitos à mão, os artesãos barbarenses comercializarão seus produtos das 9 às 14 horas. Mensalmente a Feira é realizada na Praça Central com trabalhos feitos em EVA, guardanapos, toalhas, capas de filtro e outros produtos de patchwork, crochê e outros, gravação do nome no arroz e produtos feitos com material reciclável, além de um espaço com doces caseiros.

 

A Virada Cultural Paulista é uma realização do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, em parceria com a Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste, com apoio do Ministério da Cultura, por meio do Fundo Nacional de Cultura e da Lei Rouanet, SESC-SP, Risadaria e Fundação Romi. O evento é produzido pela APAA – Associação Paulista dos Amigos da Arte.

 

Comentários

Notícias relacionadas