Vídeo mostra os bastidores da criação do Superesportivo GT

O Ford GT teve a sua prévia há pouco mais de um ano, no Salão de Detroit. Após a apresentação mundial, a Ford anunciou a ousada proposta de voltar a competir na famosa corrida de Le Mans, na França.

 

O retorno do GT ao Circuit de la Sarthe, em junho próximo, é ansiosamente aguardado pelo mundo esportivo. Le Mans é lendária na história da Ford, desde que dominou o pódio da corrida de resistência mais famosa do mundo, em 1966, com três GTs. Até hoje, continua a ser a única fabricante americana campeã geral da prova.

Projeto grandioso

Dave Pericak, diretor global da Ford Performance, destaca no vídeo a grandiosidade desse projeto e a decisão de quebrar barreiras, sem medo de falhar. “Esta é a primeira vez que desenvolvemos simultaneamente um carro para as pistas e para as ruas”, diz. “O desenvolvimento de carros de corrida e de produção começa de lados opostos. Nos carros de

Raj Nair, vice-presidente de Desenvolvimento do Produto Global da Ford, fala sobre a aerodinâmica, o uso de fibra de carbono e o motor V6 EcoBoost no Ford GT. “Foi uma decisão do time usá-lo quase como um laboratório do que é possível fazer no restante da linha Ford. Aprendemos muito com isso. É uma incrível conquista de engenharia, mas também algo que vem do coração”, comenta.

No final, Bill Ford, presidente do Conselho da Ford, conta a emoção que sentiu ao ver o carro pela primeira vez. “Reservei o carro número 1 da série e ele não vai ficar guardado numa bolha ou guardado num museu: será dirigido por mim o máximo que eu puder”, revela.

Comentários

Notícias relacionadas