Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Vereador Thiago Martins trata de demandas de Americana com diretor geral da Artesp

O presidente da Câmara Municipal de Americana, vereador Thiago Martins (PV), participou nesta quinta-feira (16) de uma reunião na Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), intermediada pelo Parlamento Metropolitano da Região Metropolitana de Campinas, para tratar de demandas das cidades que compõem a região e que estão diretamente ligadas à agência.

 

Participaram do encontro o diretor geral da Artesp, Milton Roberto Persoli, os presidentes das câmaras municipais de Campinas, vereador Zé Carlos (atual presidente do Parlamento); de Indaiatuba, vereador Jorge Luís Lepinsk, o Pepo; de Hortolândia, vereador Paulo Pereira Filho; de Nova Odessa, vereador Elvis Garcia, o Pelé; e o vereador de Nova Odessa Wagner Morais.

 

Durante a reunião, Martins pautou a questão da transposição e construção de vias marginais na Rodovia Anhanguera no trecho de Americana. “Como é de conhecimento de todos, há um TAC firmado entre a prefeitura e o Ministério Público em 2017, que exige a construção de dois viadutos, um no quilômetro 122,5 e outro no 124,1, como medida para resolver o trânsito no Pós-Anhanguera. Este TAC estabelece que, enquanto isso não ocorrer, novos empreendimentos na região não serão liberados, o que acaba atravancando o desenvolvimento na única área passível de expansão em nosso município”, comentou.

 

De acordo com o chefe do legislativo americanense, o prazo estabelecido no TAC está passando e a administração municipal tem buscado alternativas para solucionar o problema. “Em junho deste ano ocorreu uma reunião entre a prefeitura e a diretoria da Artesp para discutir a viabilidade da construção de uma marginal na rodovia para o escoamento do tráfego entre a Praia Azul e Praia dos Namorados, visando desafogar a rodovia neste trecho”, lembrou.

 

Martins citou ainda que a prefeitura já possui os projetos elaborados e pediu atenção dos representantes da agência para que a situação seja resolvida e que os encargos não fiquem todos para Americana. “Não acho justo que o município tenha que suportar sozinho o custo de uma obra que deve ser realizada na faixa de domínio da rodovia, cuja concessionária que a administra possui receita própria devido às cobranças de pedágios, inclusive com um instalado em nosso próprio território”, concluiu.

 

Ao final da reunião, Milton Persoli se comprometeu a receber Martins, junto com o prefeito de Americana, Chico Sardelli, em uma nova reunião com sua equipe técnica.