24Horas Santa Bárbara d´Oeste 

Varejo mundial em destaque

Ivan Hussni

 Retratos Consultores SEBRAE-SP.

É grande a expectativa dos visitantes interessados nas novidades e perspectivas do segmento na NRF Retail’s Big Show, o maior e mais tradicional evento de varejo do mundo, que acontece esta semana em Nova York.

 

Neste ano, o Sebrae-SP trouxe uma missão de 160 empreendedores, que ao fim da viagem estarão mais capacitados para desenvolver em seus negócios as tendências mundiais de gestão no varejo – o segmento que mais reflete a situação econômica dos países. Apenas para lembrar, em 2012, em virtude do impacto das crises norte-americana e europeia, aquela edição da NRF teve como tema “Retail Means Jobs”, enfatizando a importância do setor na geração e manutenção dos empregos e seu protagonismo na recuperação econômica das nações.

 

Já em clima de pós-recessão, a economia norte-americana tem dado sinais evidentes de recuperação. Assim, a temática da NRF neste ano derivou deste sentimento de perspectivas elevadas para o varejo e sua importância na composição do PIB dos países.

 

O desafio agora é como aproveitar todos os dados e informações geradas pela relação com o cliente na estratégia de relacionamento. De nada adianta colher dados e não saber interpretá-los para melhorar um atendimento, aperfeiçoar um produto ou oferecer um serviço extra que atenda a necessidade deste consumidor.

 

E a mensagem central desta edição traduz uma espécie de retorno à alma do varejo. Muitos varejistas nascidos no boom do e-commerce trouxeram suas experiências de resgate da loja física. Isso exige dos empreendedores adaptações constantes, com experiências personalizadas e capazes de encantar e fidelizar um novo consumidor cada vez mais exigente.

 

As tecnologias apresentadas na feira também refletem isso. Há lançamentos voltados para mobilidade, interatividade e integração dos diversos canais de venda para fazer com o que o cliente se sinta em casa, fique mais tempo nas lojas e isso se converta em vendas.

 

No retorno ao Brasil, os empresários de pequenas empresas paulistas da nossa missão empresarial terão muito dever de casa. Certamente voltarão mais confiantes. O recado está numa regra básica do varejo: o cliente em primeiro lugar, mas com todo o carinho e atenção que ele merece.

 

Ivan Hussni, diretor técnico do Sebrae-SP

Comentários

Leia também...

Deixe uma resposta