Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Vagas de emprego sem candidatos se multiplicam nos EUA e podem ser oportunidades

(crédito: divulgação) 

Oportunidades saltaram com quedas de casos de coronavírus, e isso pode ser brecha para brasileiros qualificados

 

Em fevereiro deste ano, mais de 370 mil vagas de trabalho foram criadas, sem contar o setor agrícola, de acordo com o Departamento do Trabalho dos EUA. Economistas previam a criação de 182 mil vagas.

Depois que a pandemia levou o desemprego a níveis recordes, muitas empresas não esperavam passar por um problema tão inesperado agora: não encontrar candidatos para as vagas abertas. De acordo com a Federação Nacional de Empresas Independentes dos Estados Unidos, quase 40% dos empregadores questionados entre janeiro e fevereiro não encontraram trabalhadores para preencher as vagas de emprego que foram geradas nesse mesmo período.

 

Encontrar trabalhadores qualificados tornou-se uma grande dificuldade para empresas pequenas em todo o país. Para isso, provavelmente, terão de concordar em aumentar os salários, contratar ou importar mais estrangeiros para essas funções.

 

Isso significa que, agora, além de buscar maneiras de se estabilizar e, ao mesmo tempo, crescer na carreira, como os concursos no MT, SP, RJ, entre outros grandes estados do país, os brasileiros capacitados também podem buscar oportunidades fora do Brasil.

Apesar de o famoso Green Card – visto permanente de residência nos Estados Unidos – parecer uma meta inalcançável, esse sonho tem se tornado uma realidade cada vez mais palpável. Profissionais qualificados podem se beneficiar de vistos específicos como EB1 e EB2 NIW, destinados a pessoas com experiência e conhecimento nas suas áreas de atuação e com um histórico positivo em suas carreiras. Para o segundo tipo de visto, é importante apresentar um plano de atuação e por que seu conhecimento pode ser interessante para o país.

 

Segundo dados do Itamaraty, em média, cerca de 1,6 milhão de brasileiros vivem hoje no território americano. Ainda que a comunidade brasileira no país seja bem múltipla e diversa, dados do Escritório de Assuntos Consulares do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos apontam um crescimento do visto permanente para profissionais excepcionais brasileiros. Em 2020, foram mais de 1.800 vistos de residência permanente.

 

Para esse passo importante, é necessário buscar orientação de como conseguir o seu Green Card. Não é necessário contratar um advogado, mas a assessoria de uma pessoa especializada pode fazer muita diferença. Essas assessorias estão mais preparadas para a criação de um bom plano de atuação. Entender o que mostrar e o que as autoridades americanas vão querer ver pode ser o diferencial para um processo de visto bem-sucedido.