fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Região Saúde

UTI do Hospital Municipal de Americana vai ter camas elétricas pela primeira vez

O Hospital Municipal “Dr. Waldemar Tebaldi” (HM) começa a utilizar nas próximas semanas nove camas hospitalares elétricas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulta. Esta será a primeira vez que o setor vai contar com esse tipo de equipamento, sendo substituídas todas as camas manuais que estão em utilização há mais de dez anos e já foram reformadas diversas vezes.

O valor total investido pela Prefeitura de Americana foi de R$77.499,90, recursos provenientes do Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, e fazem parte de um montante de R$ 5 milhões, que já teve parte utilizada na aquisição de diversos outros equipamentos para o HM.

As novas camas trazem mais modernidade e praticidade à UTI, além de mais conforto aos pacientes. O prefeito de Americana, Omar Najar, destacou a importância da chegada de mais esses equipamentos. “Neste mês, vários equipamentos foram adquiridos para o nosso hospital e já estão em utilização. O atendimento à população está cada vez mais estruturado, os servidores contando com materiais modernos e de primeira qualidade. Essa é a saúde que queremos e estamos aos poucos conseguindo oferecer a todos”, afirmou.

De acordo com o diretor do Hospital Municipal, José Carlos Marzochi, mais equipamentos devem chegar nos próximos dias, melhorando cada vez mais o atendimento prestado. “Essas melhorias que estão sendo feitas no hospital pela gestão do prefeito Omar Najar nunca aconteceram antes. Os resultados do trabalho estão acontecendo e os pacientes estão sentindo a diferença”, ressaltou.

Melhorias no Hospital

No dia 11 de outubro, foram entregues novos equipamentos e a reforma da lavanderia do Hospital Municipal, que recebeu investimentos no valor de aproximadamente R$ 450 mil.

Além disso, apenas nas últimas semanas, o HM recebeu diversos equipamentos: um arco cirúrgico; um aparelho de endoscopia; seis aparelhos de fototerapia; 12 berços para recém-nascidos; um berço para recém-nascido com fototerapia; três incubadoras neonatal; um garrote pneumático; um radiômetro; dois detectores de batimentos fetais; e um medidor de cuff. O HM também anunciou recentemente que reduziu o tempo e o custo com a emissão de laudos de raio-x e tomografia.

 

Fotos: Marilia Pierre

Comentários