Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Nova Odessa Saúde

Unidade Respiratória de Nova Odessa recebe ação de desinfecção e inicia atendimento nesta 5ª feira

Pronta para iniciar o atendimento, a Unidade Respiratória de Nova Odessa recebeu ação de desinfecção com hipoclorito de sódio na tarde desta quarta-feira (22). O trabalho foi realizado como doação ao município pela Ambipar Group, empresa que já havia doado 100 cestas básicas ao Fundo Social e um respirador à Secretaria de Saúde. A Unidade Respiratória é um espaço criado pela Prefeitura de Nova Odessa para atender exclusivamente todos os pacientes com doenças respiratórias da rede pública e aqueles com sintomas gripais ou do novo coronavírus (Covid-19). Ela inicia seu atendimento nesta quinta-feira (23), a partir das 7h.

“A Unidade vai funcionará 24h na antiga UBS 5 do Jardim Alvorada e vai contar com equipes formadas por médicos, enfermeiros, farmacêuticos, nutricionistas, assistentes sociais e fisioterapeutas. A partir desta data, quem precisar de atendimento para problemas respiratórios não deve mais procurar o Pronto-socorro do Hospital e Maternidade Doutor Acílio Carreon Garcia ou uma das seis UBS’s (unidades básicas de saúde) espalhadas pelo município e sim, a Unidade Respiratória do Jardim Alvorada”, explicou o secretário de Saúde, Vanderlei Cocato.

Cocato explica que serão seis leitos para pacientes considerados graves, todos com respiradores (caso necessário) e oito leitos para pacientes leves. “Evidentemente que esse número de leitos vai aumentar gradativamente, de acordo com o cenário vivenciado em Nova Odessa, podendo chegar até 60 leitos nesta Unidade Respiratória. Importante ressaltar que esse espaço, que vai funcionar na antiga UBS 5 do Jardim Alvorada, foi organizado e programado para atender até 60 leitos”, garantiu Cocato.

O secretário de Saúde explica também que a proposta de centralizar os atendimentos para os pacientes com doenças respiratórias e aqueles com sintomas gripais ou do novo coronavírus foi discutida com integrantes da equipe técnica da pasta. “Teremos na Unidade Respiratória alas exclusivas para pacientes com suspeita de coronavírus e alas para o atendimento dos demais pacientes. Uma pessoa que sofre de asma, por exemplo, quando procurar atendimento, será medicada e liberada. Da mesma forma que tem sinusite e precisa passar por uma sessão de inalação. Não havendo a necessidade de internação, esse paciente será liberado”, exemplificou Cocato. “A centralização é necessária, pois conseguimos, com este modelo de atendimento, preservar as UBS’s e o próprio Hospital Municipal, fazendo com que o vírus circule o mínimo possível”, completou o secretário de Saúde

A Unidade Respiratória atenderá pacientes com asma, bronquite, sinusite, gripes e resfriados e possíveis casos de coronavírus. “Já o Pronto-socorro seguirá com os atendimentos de urgência e emergência, preservando os pacientes, a equipe que ali trabalha, mulheres que realizam partos em nossa maternidade e seus bebês”, afirmou Cocato.

Com essa centralização, a Secretaria de Saúde também já começa a se planejar para retomar, gradativamente, serviços oferecidos pelas unidades básicas de saúde e que foram suspensos temporariamente, como a vacinação de rotina. “Reforço que, a partir desta quinta-feira, os pacientes com doenças respiratórias, sintomas gripais ou do novo coronavírus não devem mais procurar o Pronto-socorro do hospital ou as UBS’s e, sim, a Unidade Respiratória do Jardim Alvorada”, pediu Cocato.