fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Tudo sobre pug, conheça melhor essa raça

O cachorro Pug é considerado um dos cães mais antigos da história, tendo sua origem datada em 700 a.C. Isso porque existem evidências que o cachorro tenha sido representado em obras de arte egípcias. Essa é só uma das tantas curiosidades que essa raça carrega, se você quer saber mais sobre os Pugs, acompanhe essa matéria e sabia tudo!

 

Apesar de suas dificuldades para respirar e aversão a climas muito quentes, essa raça ganhou o coração da sociedade contemporânea. Hoje, o Pug está entre as raças mais procuradas no Brasil e no mundo.

 

Características

Um ponto alto, provavelmente o que mais chama atenção nos humanos é a forma física do animal. Eles são pequenos, chegam a ter 30 centímetros de altura e estão categorizados entre os cães Toys. Seu pelo é curto e macio, fácil de cuidar e seu peso não costuma passar dos 10 kg — isso porque ele tem um apetite insaciável. Sua cabeça é proporcional ao corpo e tem rugas que deixam tudo mais fofo.

 

Eles se adaptam facilmente a novos ambientes e pessoas e é indicado para famílias com crianças ou que já tenham outros animais, já que é um cão de fácil socialização. Apesar de serem indicados a conviver com crianças, essa raça é bem preguiçosa e se pudesse ficaria deitada o dia todo com seu tutor.

 

Os Pugs requerem atenção total de seus donos, então se você tem uma vida corrida e não tem tempo de se dedicar ao animal, é melhor repensar essa ideia. Eles são muito apegados e companheiros, principalmente para aquele dia de preguiça e filmes.

 

Apesar de todos os pontos altos, os Pugs têm muitos problemas de saúde. São cães braquicefálicos, ou seja,  seu focinho é bem achatado e, por isso,  dificulta a sua respiração deixando-os sempre cansados. Além disso, cães braquicefálicos não se adaptam com facilidade a ambientes muito quentes, já que o ar não é esfriado antes de chegar ao pulmão do animal.

 

Curiosidades

O jeitinho Pug de ser conquistou os humanos que viveram muito antes de nós. A esposa de Napoleão Bonaparte, Josephine, era apaixonada pela raça. Ela tinha seu companheiro que se chamava Fortune, sua paixão por ele era tão intensa que se o marido não quisesse o cão nos aposentos, ela também sairia.

 

Além de ser um cão amado pela princesa, a rainha do Reino Unido no século XIX, Vitória, tinha uma verdadeira coleção de Pugs. Entre os mais conhecidos estavam Olga, Pedro, Vênus, Fátima e Minka.

Entre essas vidas na nobreza, na China, apenas os mais ricos tinham permissão para criar a raça e eram exibidos como parte da realeza.

 

Foi apenas em 1865 que esses animais chegaram na América, logo depois de uma Guerra Civil. Apesar da grande popularidade quando chegou, logo depois o povo perdeu o gosto e o comércio desses animais esfriou. Alguns anos depois a fama voltou.

 

Mas, apesar dessa fama entre a nobreza, os Pugs ganharam fama no mundo com o longa MIB – Homens de Preto. Um dos alienígenas se disfarçava de pug para conseguir viver entre os seres humanos. Seu nome era Frank e ele apareceu nos três filmes, nos primeiros em vida e no segundo em memória.

 

Inteligência

Apesar de ser inteligente, o pug é muito teimoso. Tem um nível de inteligência número 57, isso quer dizer que não precisa de incansáveis repetições para entender algo, porém, é importante que os comandos sejam sempre lembrados e repetidos, garantindo o sucesso das ações.

 

Sua lealdade o ajuda em conseguir fazer os comandos pedidos, eles amam agradar seu tutores, isso faz com que ele queira sempre acertar. Por isso, é praticamente impossível resistir a esse cãozinho tão especial!

 

Comentários

Dennis Moraes