Técnicos de zoos se reúnem no Parque Ecológico de Americana

Aproximadamente 30 técnicos de zoológicos do Estado de São Paulo participaram hoje (terça-feira, 3/2) de treinamento ministrado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente sobre o novo sistema de cadastramento e monitoramento das instituições, no Parque Ecológico de Americana. Participaram representantes de Nova Odessa, Piracicaba, Paulínia, Leme, Limeira, Mogi Mirim, Sorocaba, Vargem Grande do Sul, Boituva, Campinas, São Carlos e São Paulo, entre outras cidades.

“Nós percebemos que havia ainda uma dificuldade dos zoos no entendimento desse novo sistema de monitoramento. Por isso solicitamos à Secretaria Estadual do Meio Ambiente uma reunião para explicar os novos procedimentos e tirar dúvidas dos técnicos”, revelou o sub-secretário da Unidade de Meio Ambiente da Prefeitura de Americana, João Carlos Tancredi.

Desde 14 de novembro de 2014, todos os empreendimentos que lidam com fauna silvestre no Estado de São Paulo (zoológicos, mantenedores, criadouros científicos para fins de pesquisa e de conservação, criadouros comerciais, estabelecimentos que vendem animais silvestres, centros de triagem de animais silvestres (Cetas), centros de reabilitação de animais silvestres (Cras) e áreas de soltura e monitoramento de fauna silvestre terão de se cadastrar e utilizar o Gefau (Sistema Integrado de Gestão da Fauna Silvestre).

O sistema armazena e compartilha diversos tipos de informação, como registros de entrada e saída de animais das instituições, fichas técnicas com dados de cada bicho, autorização para transporte de animais, bem como dados detalhados da infraestrutura, corpo técnico, entre outras questões relevantes.

Dessa maneira, os processos de movimentação da fauna são agilizados, assim como possibilitam a rastreabilidade. Não se trata somente de um sistema de controle, mas também de uma ferramenta de gestão que pode ser utilizada por todas as instituições.

Comentários

Notícias relacionadas