Artigos / Opinião 

Não se nasce santo, mas vive-se a santidade

Padre Marcio Prado  / Foto Wesley Almeida   “Seu nome completo, Antônio de Sant’Anna Galvão, nome de batismo que trazia uma grande responsabilidade, pois lembrava um outro santo franciscano, que no seu nome trazia ainda uma herança bem sucedida de seus pais, ricos, e também a principal herança: a fé. Algo muito importante de saber é que ele viveu seu batismo e por isso chegou à santidade dos altares.   Ninguém nasce santo, perfeito, mas nasce por permissão de Deus e querido por Ele. O pequeno Antônio foi educado na…

Leia Mais