Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Suzano realiza manejo florestal responsável em São Paulo com monitoramento de biodiversidade e desenvolvimento sustentável

No último monitoramento, realizado em 2020, foram identificadas 263 espécies de aves, 43 de mamíferos e 19 de anfíbios nas áreas da empresa na região

 

Com uma base florestal de 378,6 mil hectares no Estado de São Paulo, sendo 130,5 mil hectares destinados à conservação da biodiversidade, que correspondem a mais de 34,5% do total da base, a Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, adota em suas atividades florestais uma série de ações para conciliar o cultivo do eucalipto com a conservação dos recursos naturais, a preservação dos ecossistemas e o relacionamento com as comunidades próximas, promovendo a geração de trabalho e renda, além de contribuir com o desenvolvimento social.

Para proporcionar a sustentabilidade de seu negócio, a Suzano realiza o manejo florestal sustentável em todas as suas áreas de plantio. O manejo é feito de forma a harmonizar a produtividade dos plantios florestais com a conservação do meio ambiente. Para isso, a empresa adota práticas como o uso racional de áreas para o cultivo de eucalipto, o desenvolvimento de novos materiais genéticos e monitoramento do solo, melhoria contínua nos procedimentos e definição de programas voltados ao meio ambiente, saúde, segurança no trabalho e aspectos socioambientais.

Com o objetivo de avaliar os efeitos do cultivo do eucalipto no meio ambiente, a empresa pratica diversas iniciativas e uma delas é o monitoramento da biodiversidade nas regiões onde atua. De 2019 a dezembro de 2020 foram registradas 263 espécies de aves, 43 espécies de mamíferos, 19 espécies de anfíbios e 10 espécies de plantas.

Na Unidade de Negócio Florestal São Paulo (UNF SP), a Suzano desenvolve seu manejo florestal em mais de 90 municípios dos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, sendo que neste último concentram-se mais de 97% das áreas manejadas. Toda a produção é baseada em plantios renováveis de eucalipto, com o objetivo de abastecer os complexos industriais em Jacareí, Limeira e Suzano (SP).

A Suzano está à frente de um dos maiores programas privados de restauração ecológica do Brasil. Só em São Paulo já foram preservados mais de 4 mil hectares de vegetação nativa em 19 Áreas de Alto Valor de Conservação (AAVC).

O monitoramento de recursos hídricos também é realizado pela Suzano e é necessário para avaliação da relação entre causa e efeito das atividades florestais. Além disso, detalham processos hidrológicos, quantificam o consumo de água e estabelecem valores de referência. Em 2020, foram monitoradas 9 microbacias no Estado de São Paulo, sendo 6 operacionais e 3 experimentais. Essas últimas compõem o Programa Cooperativo de Monitoramento e Modelagem de Bacias Hidrográficas (Promab). Ao todo, são 19 unidades de conservação adjacentes às áreas da Suzano, sendo duas federais, 16 estaduais e uma municipal.

A empresa também busca disseminar entre as comunidades próximas informações e práticas ambientais voltadas à conservação da natureza. Para essa finalidade, uma das frentes é o Projeto Trilhas do Cerrado, que é fruto da parceria existente há mais de 13 anos entre o Instituto Itapoty e a Suzano. Por meio da realização de trilhas e atividades ecopedagógicas, o objetivo do projeto é disseminar conceitos e práticas ambientais aos estudantes do ensino fundamental das unidades escolares parceiras nos municípios de Itatinga e Bofete. Em 2020, o projeto contou com a participação ativa de 133 estudantes das unidades escolares parceiras nesses municípios. Indiretamente, a ação alcançou 1.233 pessoas por meio das “Trilhas Ecovirtuais” disponibilizadas em plataforma de vídeos na Internet.

Para saber mais sobre a atividade, confira o Resumo Público do Plano de Manejo da Unidade de Negócio Florestal da Suzano em São Paulo (UNF SP): https://www.suzano.com.br/a-suzano/documentos/

 

Sobre a Suzano  

Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 97 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br