RMC Tecnologia 

Suzano lança papel cartão especial para copos 100% biodegradável

Bluecup Bio é fabricado no Brasil com eucalipto certificado e está integrado ao programa Carbono Neutro

 

A Suzano lançou uma linha de papelcartão desenvolvido no Brasil a partir de fontes renováveis e voltada ao mercado nacional de copos descartáveis. Além dos benefícios ligados à sustentabilidade e ao meio ambiente, os produtos inovadores favorecem ações de marketing e visam reduzir a dependência por papel cartão importado, vindo principalmente da Ásia, Europa e América do Norte.

Chamado de Bluecup Bio®, ele traz como novidade a substituição da presença da camada protetora, até então feita com polietileno, por um material biodegradável. Outro diferencial é o fato de o Bluecup Bio® ser o único papelcartão do Brasil totalmente integrado ao programa Carbono Neutro da empresa.

 

Maior produtora de celulose de eucalipto do mundo e maior fabricante de papéis de imprimir e escrever da América Latina, a Suzano é conhecida pelo pioneirismo em inovação na indústria de papel e celulose. A empresa realizou pesquisas e testes durante mais de um ano e meio até desenvolver o Bluecup Bio®, que faz parte da linha Bluecup de papéis recicláveis especiais produzidos a partir de eucalipto certificado. Os produtos oferecem vantagens como melhor isolamento térmico, maior aderência na pegada e conforto ao beber. O Bluecup Bio®, já substituiu o copo de plástico nas unidades Suzano, e em Limeira (SP), os colaboradores também o utilizam.

 

As características físicas dos produtos, com alta lisura e brancura, também permitem impressão de alta qualidade para melhor divulgação da marca ou do propósito do cliente para o seu consumidor. Com a oferta local de um papelcartão mais branco, os usuários poderão utilizar os copos descartáveis para adotar uma nova opção de comunicação e reforçarem suas marcas de forma diferenciada e com uma mídia alternativa.

A linha de papel cartão biodegradável é produzida na Unidade da cidade de Suzano (SP) e tem como foco atender um mercado de copos descartáveis de aproximadamente 600 mil toneladas anuais no Brasil, atualmente produzidos com matéria-prima de origem fóssil ou por papéis importados.

O objetivo da Suzano é oferecer competitividade e serviço diferenciado para o mercado nacional. “Os clientes da Suzano têm à disposição uma rede composta por 24 endereços, o que propicia aos convertedores acesso facilitado a estoques e a produtos convertidos”, ressalta Leonardo Grimaldi, Diretor Executivo de Papel da Suzano Papel e Celulose.

Sustentabilidade

Produtos biodegradáveis são mais sustentáveis, pois apresentam características que facilitam a decomposição do material no meio ambiente, no caso de descarte de maneira incorreta, diminuindo o impacto no planeta.

Além disso, são compostáveis, possibilitando a nutrição do solo durante sua biodegradação. O Bluecup Bio tem suas emissões de carbono neutralizadas, já que o excedente de carbono gerado no processo de fabricação do produto é compensado pela Suzano com a compra de créditos no mercado, um diferencial compartilhado com os end-users do Bluecup Bio.

 

Sobre a Suzano

 

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

 

Da Performa Comunicação

Comentários

Notícias relacionadas