fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Saúde

Sue Lasmar aponta a importância do café da manhã na rotina alimentar

Há estudos relacionam a falta de um café da manhã como um dos fatores que culminam para a obesidade

 

O café da manhã é colocado, até mesmo pela ciência, como uma das refeições mais importantes do dia. Mas, por qual motivo? De acordo com a atleta Sue Lasmar, a depender do quanto a pessoa dorme, seu intervalo sem uma refeição pode chegar a 12 horas, sendo, portanto, o café da manhã o momento de quebra de jejum — que ocorre entre a última refeição do dia anterior e o dia seguinte, quando acordamos.

 

Quando esse limite é ultrapassado, disfunções como mal funcionamento do intestino, problemas no estômago, dores de cabeça e falta de ânimo podem surgir. “Pessoas que tendem a pular essa refeição também possuem uma maior propensão ao aumento do colesterol ruim, pois quando a pessoa passa muito tempo sem comer a tendência é que o metabolismo se torne mais lento, tornando a queima de gordura mais difícil e a tendência de que ela se acumule nos vasos sanguíneos maior”, aponta a especialista em nutrição e educação física.

 

Há estudos que relacionam a obesidade com a falta de um café da manhã equilibrado, visto que quando o indivíduo pula uma refeição, ele tende a comer mais durante a próxima, neste caso, o almoço. Um estudo publicado em parceria com o Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo apontou que os marcadores de adiposidade crescem quando não ocorre o desjejum correto.

 

Para que essa refeição atinja o objetivo e consiga manter a energia necessária até o almoço, a dica da atleta é apostar em alimentos leves, porém com alto grau nutricional. “Sucos naturais como o de laranja, acerola e morango são de fácil digestão. Oleaginosas como como castanhas e nozes, assim como grão e cereais podem enriquecer ainda mais a refeição. O ovo é uma das minhas opções preferidas, visto que é uma fonte de proteínas e aminoácidos”, recomenda Sue Lasmar.

 

Bolos recheados, achocolatados e cereais matinais podem tornar a refeição uma bomba relógio. “O café da manhã é essencial, desde que seja uma refeição saudável”, alerta Sue. Além disso, a atleta aponta que não é o fim do mundo pular essa refeição nos dias em que se sente nauseado ou quando sua rotina é diferente das demais. “Há quem faça turnos de trabalho à noite e acabe acordando no dia seguinte na hora do almoço, desta forma, não faz sentido que essas pessoas tornem o café da manhã essencial se ele não faz parte da rotina”, comenta.

 

Foto: Divulgação / MF Press Global

Comentários