SB24Horas

Notícia na hora certa!

Substâncias nocivas que existem no ar podem gerar grande impacto na saúde

OMS define níveis de ar como perigosos e requer atenção 

 

Atualmente, em todo o mundo, a poluição no ar tem causado sérios danos à saúde. Cerca de sete milhões de pessoas morrem todos os anos por doenças respiratórias pela má qualidade do ar. As condições do ar que respiramos estão abaixo do esperado pela OMS (Organização Mundial de Saúde), pois nele há poluentes, tais como dióxido de nitrogênio, dióxido de enxofre, monóxido de carbono e partículas inaláveis ou material particulado fino.  

A OMS consolidou indicadores referentes à qualidade do ar, se referindo diretamente aos poluentes atmosféricos. A intenção é estabelecer limites para a segurança da população, diante dos problemas no ar, que geram substâncias nocivas principalmente quando são ligados a combustíveis fósseis e à queima de biomassa, que tem a base de petróleo, gás e carvão.

Os impactos do ar afetam a vida de todos. Pode ser a longo prazo, e não necessariamente afetará o indivíduo hoje, mas no futuro pode afetar alguém de sua família. Infecções pulmonares podem se agravar e se tornar asma, por exemplo, o que geralmente acontece com as crianças. Porém, para os adultos, podem se tornar derrame cerebral ou até mesmo uma doença cardíaca isquêmica.

No ar existem partículas que não se pode ver, e as partículas podem ser pequenas, o que é mais nocivo à saúde, pois elas entram pelas narinas e se instalam nos pulmões, causando lesões e até mesmo câncer de pulmão. Já as partículas maiores podem ficar retidas nas narinas e nos olhos, o que normalmente gera desconforto como coceira, alergia, irritação e vermelhidão nas áreas.

A poluição afeta a saúde mental e física do ser humano, e o ar pesado pode acarretar fatores como dores de cabeça, cansaço e também falta de concentração. 

Há diversos fatores que influenciam na qualidade do ar, como gases poluentes gerados por usinas, veículos e indústrias. As queimadas geram um grande impacto na natureza, pois, além de serem nocivas ao meio ambiente, a falta da vegetação impossibilita que exista a troca de gases para a purificação do ar. 

Não dá para ter certeza da qualidade do ar que respiramos. Por isso, uma ótima opção em ambientes é aderir ao uso de um purificador de ar preço. Assegura-se que esse item tem a função de filtrar e esterilizar o ar, garantindo maior segurança à nossa saúde.

Diante dos fatos citados pela OMS, o importante é garantir bem-estar e saúde para  toda a população, evitando ao máximo o uso de produtos que contenham substâncias nocivas ao ar, ao meio ambiente e aos seres vivos. E, sempre que possível, utilize purificadores de ar, garantindo uma saúde melhor aos pulmões e às vias respiratórias.